Logotipo Gazeta do Urubu
pt-br
Clube

A NAÇÃO MERECE! DECRETO DE DESAPROPRIAÇÃO PREVÊ QUE ESTÁDIO DO FLAMENGO SERÁ O MAIOR DO BRASIL

Eduardo Paes assinou neste domingo (23) o decreto que define a desapropriação do terreno do Gasômetro

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

  |

Icon Comentário0

Na manhã deste domingo (23), o prefeito do Rio de Janeiro assinou o decreto de desapropriação do terreno do Gasômetro, onde o Flamengo pretende construir seu estádio próprio. O decreto será publicado no Diário Oficial nesta segunda-feira (24) e nele prevê que a casa do Rubro-Negro será a maior do Brasil.

De acordo com informações do jornalista Lauro Jardim, do "O Globo", o decreto determinará que o estádio a ser construído no Gasômetro pelo ganhador do leilão que a prefeitura promoverá após a desapropriação deverá ter cerca de 80 mil lugares. 

Lembrando que Rodolfo Landim havia prometido à torcida que o novo estádio do Mais Querido teria capacidade para mais de 100 mil pessoas, mas o número de 80 mil lugares foi definido após negociações com a prefeitura levando em conta o tamanho do terreno e as necessidades de intervenções urbanas.

UM DOS MAIORES ESTÁDIOS DA AMÉRICA DO SUL

Assim, o novo estádio do Mais Querido será o maior do Brasil, mas não da América do Sul. Isso porque, o Monumental de Núñez, recém reformado pelo River Plate, aumentou sua capacidade para 84.567 lugares.

DECRETO SERÁ PUBLICADO NESTA SEGUNDA

O decreto de desapropriação com mais detalhes será publicado no Diário Oficial do Município do Rio de Janeiro nesta segunda-feira (24). Destacando que a desapropriação foi o caminho encontrado por Paes e pelo Flamengo após a Caixa se recusar a vender o terreno para o Mais Querido.

CONFIRA O PRONUNCIAMENTO DE EDUARDO PAES





Clube

ATENÇÃO! FLAMENGO CONTRATA NOVO REFORÇO DIRETAMENTE DO BRAGANTINO

Flamengo fecha contratação vinda do Bragantino

Ninho do Urubu / Divulgação
Ninho do Urubu / Divulgação

  |

Icon Comentário0

Os clubes brasileiros aproveitam o aquecimento do mercado da bola para também realizar ajustes em suas respectivas equipes. O Flamengo recentemente acertou uma contratação vinda diretamente do Red Bull Bragantino.

A equipe da Gávea deu as boas-vindas para Théo Benjamin. O profissional chega para assumir o cargo de gerente de dados do Flamengo.

Théo Benjamin atuará comandando a análise de dados e auxiliando o desempenho do elenco rubro-negro. O profissional ficará responsável por criar e avaliar os mecanismos de coleta de dados dos atletas, incluindo quilometragem, sprints, velocidade de drible, entre outros.
“A partir dessa semana iniciei um novo ciclo nesse caminho do futebol: agora como gerente de dados do Flamengo.


Théo Benjamin escreveu um livro intitulado “Outro Patamar”, onde analisa o desempenho do Flamengo na temporada excepcional de 2019. O profissional atuou no Bragantino por quase três anos, desenvolvendo trabalho no departamento de dados do clube paulista.


Com novidade no departamento de futebol, o Flamengo entra em campo nesta quinta-feira (11), para enfrentar o Fortaleza, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. O duelo acontece às 20h (horário de Brasília), no Maracanã.



Clube

ESTÁDIO DO FLAMENGO: PREFEITURA DO RIO PUBLICA EDITAL PARA LEILÃO E VALOR DO TERRENO DO GASÔMETRO

O edital foi publicado no Diário Oficial na manhã desta terça-feira (9)

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

  |

Icon Comentário0

Parece que a atual diretoria do Flamengo conseguirá agilizar a compra do terreno do Gasômetro para a construção do estádio ainda neste ano. Isso porque, nesta terça-feira (9), a Prefeitura do Rio de Janeiro publicou no Diário Oficial o valor mínimo para leilão do local. 

De acordo com o órgão municipal, poderá participar da disputa os lances a partir de R$138,1 milhões. Além disso, o documento confirma a desapropriação de área de 86,5 mil m², que pertence a um fundo de investimentos gerido pela Caixa Econômica Federal.

O Diário Oficial também ressalva que o local deverá ter uma estádio com capacidade mínima de 70 mil lugares. Porém, essa determinação não será problema, já que o Flamengo planeja construir uma arena para 80 mil torcedores, segundo Rodolfo Landim.

DIRETRIZES DO EDITAL:- Plano de mobilidade urbana que privilegie o uso do transporte coletivo e acesso por pedestres nas imediações. O projeto deverá considerar obrigatoriamente o acesso de veículos de transporte individual de passageiros pelas vias internas do bairro de São Cristóvão. O acesso pela Avenida Francisco Bicalho, umas das principais vias da cidade, será proibido;– Instalação, preferencialmente, de sistemas de captação e reuso de água da chuva para irrigação de gramados e uso em banheiros. Deverão ser usados dispositivos de baixo consumo de água em banheiros e vestiários;– “Zonas de experiências”, com áreas temáticas ao redor do estádio, como museus interativos e zonas de jogos;– Calçadas largas e acessíveis, além de ciclovias que conectem o estádio a áreas residenciais e comerciais próximas;– Projeto de estacionamento suficiente, preferencialmente subterrâneo ou em edifício-garagem;– Implementação de “sistema robusto de coleta seletiva e reciclagem de resíduos”, assim como áreas de docas para coleta de lixo; Incorporação de painéis solares e outras fontes de energia renovável, além de estratégias que incluam compensação de carbono;– Deverá ser usada iluminação LED de alta eficiência e sistemas de controle automatizado para reduzir o consumo energético;– Integração da vegetação ao projeto, como jardins verticais e, preferencialmente, telhados verdes, para melhorar a qualidade do ar e reduzir a temperatura ambiente;Plano de Alcance Social que abranja impactos para as populações e comunidades do entorno, privilegiando a contratação de mão de obra local, projetos de qualificação profissional e educação esportiva e cultural;– Integração com o entorno, o que inclui lojas, museu, restaurantes, bares e serviços.
FLAMENGO TERÁ CONCORRENTES?

Muitos torcedores estão com a preocupação com o termo "leilão", já que há a possibilidade de ter concorrência. Porém, internamente, o Mais Querido sabe que os outros três principais clubes da cidade não entrarão na disputa, por falta de condições financeiras e pelo fato do edital ser incisivo que o terreno é para a construção de um estádio.

PRÓXIMOS PASSOS

O Mais Querido aguarda agora votação na Câmara dos Vereadores para aprovação do projeto de lei para uso do potencial construtivo por parte do clube, O Rubro-Negro tem a favor Marcos Braz, vereador e vice-presidente de futebol, que também está na Frente Parlamentar sobre o tema. Desse modo, o Flamengo utilizará a sede da Gávea para baratear os custos da construção do estádio.



Futebol

CONFIRA ALGUNS BENEFÍCIOS QUE O ESTÁDIO DO FLAMENGO PARA A CIDADE DO RIO DE JANEIRO

Questões legais e urbanísticas na construção do novo estádio do Mais Querido

Novo Estádio / Divulgação
Novo Estádio / Divulgação

  |

Icon Comentário0

No texto de Carlos Vainer publicado no Blog de Juca Kfouri, o autor discute as questões legais e urbanísticas envolvidas na construção do novo estádio do Flamengo. Vainer se refere às questões levantadas por Sônia Rabello, jurista, no Diário do Rio. No início do texto, Rabello não consegue esclarecer com precisão quem é o proprietário do terreno. Não é a Caixa Econômica Federal (CEF), mas sim um Fundo de Investimento Imobiliário, fiscalizado pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM), cujo cotista é o FGTS, administrado pela CEF.

Causa surpresa que a propriedade do terreno não seja explicitada no início do texto. As obrigações de um Fundo de Investimento, criado para atuar em uma Parceria Público-Privada (PPP) em uma área de operação urbana, são informações importantes para que se possa discutir conceitualmente o tema em questão. A falta dessa clareza compromete a discussão sobre a legitimidade e os procedimentos envolvidos na construção do estádio.



Rabello menciona a Constituição, citando o Decreto-lei 3365, que define utilidade pública para diversas obras, incluindo a criação de estádios. Segundo a Constituição, estádios podem ser considerados de utilidade pública, especialmente quando enquadrados em planos de urbanização visando melhor utilização econômica. Esse ponto fortalece a argumentação a favor da construção do estádio, mesmo que haja controvérsias sobre a propriedade do terreno e a atuação do Fundo de Investimento.



O texto também discute a quantidade de estádios no Rio de Janeiro. Atualmente, a cidade conta com três estádios, e com o novo estádio do Flamengo, seriam quatro. Em comparação, São Paulo possui estádios próprios para cada clube da série A, além de outros estádios relevantes na região metropolitana. Essa análise sugere que a adição de um novo estádio no Rio de Janeiro pode ser benéfica, considerando a demanda e a necessidade de melhores condições para os jogos.


Uma comparação internacional destaca a situação em Buenos Aires, que possui 24 estádios dentro da Grande Buenos Aires, uma região comparável em tamanho ao Rio de Janeiro. Londres também serve como exemplo, com 11 grandes clubes e estádios para outros esportes como rugby. Essas cidades demonstram que uma maior quantidade de estádios pode ser viável e benéfica, desde que bem planejada e distribuída.


A discussão sobre a localização do novo estádio é crucial. A proximidade entre o Maracanã e o futuro estádio do Flamengo é vista por alguns como problemática. No entanto, a expansão imobiliária no Rio de Janeiro é limitada, e a disponibilidade de transporte público é um fator determinante. Localizar o estádio em áreas centrais com bom acesso ao transporte pode democratizar o acesso dos torcedores e facilitar a logística em dias de jogos.


Por fim, Vainer menciona a ativação do estádio em dias sem jogos, um ponto importante para a sustentabilidade do projeto. A área do novo estádio esteve desocupada por 20 anos, contaminada e abandonada. A falta de interesse do mercado imobiliário local reforça a necessidade de um projeto que traga revitalização e uso contínuo ao espaço. Essas questões urbanísticas e de planejamento precisam ser profundamente analisadas para garantir o sucesso e a aceitação do novo estádio do Flamengo.









envelopeSUBSCREVER NEWSLETTER

envelopeSUBSCREVER NEWSLETTER


+ notícias
Clube

MISSÃO PARIS! RAFAELA SILVA (JUDÔ)

 

Icon Comentário0
Clube

EX-PRESIDENTE DO FLAMENGO DECLARA APOIO A MAURÍCIO GOMES DE MATTOS EM ELEIÇÕES DO CLUBE

 

Icon Comentário0
Clube

DELEGAÇÃO DO BRASIL EMBARCAM PARA DISPUTA DAS OLÍMPIADAS COM 5 GINASTAS DO FLAMENGO

 

Icon Comentário0