Logotipo Gazeta do Urubu
pt-br
Futebol

COMO A CBF PARALIZOU O BRASILEIRÃO? ENTENDA TUDO AQUI...

As próximas duas rodadas estão suspensas

Reprodução
Reprodução

  |

Icon Comentário0

Era madrugada em Bangkok, na Tailândia, quando os celulares e e-mails começaram a pipocar com o ofício da CBF suspendendo as duas próximas rodadas do Brasileirão devido às enchentes no Rio Grande do Sul. Uma decisão que a entidade, por si só, não queria tomar, mas teve que acatar, após pedir a opinião dos clubes a respeito.O que aconteceu?

O presidente Ednaldo Rodrigues, mesmo passando o dia no fuso tailandês, em reunião do Conselho da Fifa e pedindo votospara a candidatura brasileira da Copa feminina de 2027,passou a noite em claro validando os detalhes finais da paralisação. Teve foto ao lado do presidente da Fifa, Gianni Infantino, e tudo.

Às 4h49 (18h49, de Brasília), lá estava ele mandando para um presidente de federação o ofício, via aplicativo de mensagem. O e-mail geral chegou para outras federações minutos depois.


Do Brasil, a coordenação do conteúdo foi feita pelo diretor de competições, Julio Avellar, e o novo diretor jurídico, André dos Santos Almeida. Eles assinaram o papel de forma física. A assinatura de Ednaldo foi feita com recurso digital.


A decisão de Ednaldo sobre aceitar o posicionamento dos clubes já tinha acontecido na segunda-feira (no horário brasileiro), depois que a maioria pró-paralisação foi formada. Os 11 clubes da Liga Forte União (LFU) puxaram o bloco de apoio ao desejo de Grêmio, Internacional e Juventude. Segundo a CBF, na terça-feira (14) os ofícios dos 15 clubes chegaram à entidade — Bahia, Grêmio, Atlético-MG e Vitória, mesmo fora da LFU, abraçaram a causa.

Alguns clubes, como o Flamengo, foram pegos de surpresa com a canetada imediata. A cúpula do futebol estava a caminho do Maracanã para o jogo contra o Bolívar. Em tese, a CBF não teria obrigação de franquear ao clubes essa decisão. Mas abriu o caminho quando remeteu a eles o ofício do Ministério do Esporte, na sexta-feira passada (10), pedindo a pausa no Brasileirão.


Ednaldo tenta manter boa relação com o governo. É um momento em que Brasília precisa dar suporte à candidatura brasileira para sediar a Copa feminina. O ministro André Fufuca, inclusive, também está na Tailândia.



Futebol

FLAMENGO ESBANJA "CAUTELA" E DETÉM LIDERANÇA EM FAIR PLAY NOS JOGOS - VEJA AQUI

Com o Brasileirão entrando em sua fase mais acirrada, cada ponto e cada jogador em campo são cruciais para as equipes

Internet/Flamengo
Internet/Flamengo

  |

Icon Comentário0

No embalo do Brasileirão, o Flamengo desponta não apenas como líder em pontos na tabela, mas também como exemplo de disciplina em campo. Segundo os últimos dados do Espião Estatístico, o time rubro-negro se destaca como o mais disciplinado neste início de campeonato, enquanto o Atlético-MG lidera o ranking inverso, acumulando cartões como um fardo em suas partidas.

Ao longo das sete partidas disputadas até o momento, o Flamengo acumulou apenas 12 cartões amarelos, sem nenhum vermelho. Esse desempenho coloca o time carioca como líder indiscutível no quesito disciplina, superando Bragantino e Corinthians, segundo e terceiro colocados, respectivamente, nesse ranking de fair play.


A MAIOR DOUTRINA DE UM ATLETA 


Enquanto isso, o Atlético-MG, apesar de mostrar qualidade em campo, tem sido marcado pelos cartões. O clube mineiro lidera o ranking oposto, sendo o mais punido com cartões amarelos e vermelhos.

Um fator interessante a ser considerado é que, devido a adiamentos de jogos, algumas equipes disputaram menos partidas até o momento, o que poderia influenciar diretamente nos números absolutos de cartões recebidos. Por isso, o Espião Estatístico optou por calcular as médias de cartões por jogo disputado, atribuindo três pontos para um cartão vermelho e um ponto para um cartão amarelo. Dessa forma, a análise se torna mais equilibrada e justa entre os times.



Futebol

INCRÍVEL! FLAMENGO ESTÁ PRÓXIMO DE BATER META POR VENDA DE ATLETAS EM 2024;CONFIRA OS NÚMEROS

O Mais Querido já arrecadou cerca de R$ 48,3 milhões apenas no primeiro semestre

Foto: Reprodução/Internacional
Foto: Reprodução/Internacional

  |

Icon Comentário0

O elenco do Flamengo se prepara para a partida contra o Grêmio, nesta próxima quinta-feira (13). Já fora das quatro linhas, o Mais Querido está perto de bater uma importante meta para vendas de atletas em 2024.

Isso porque, o Mais Querido definiu o valor de R$103 milhões para arrecadar com saída de jogadores na temporada 2024. De acordo com informações do GE, o Rubro-Negro já garantiu a quantia de R$ 48,3 milhões, ou seja, restam apenas R$ 50 milhões para o clube atingir o objetivo.

MATHEUZINHO É A MAIOR VENDA ATÉ O MOMENTO

Até o momento, a maior venda do Flamengo em 2024 foi a de Matheuzinho para o Corinthians. O clube paulista desembolsou cerca de R$ 21,48 milhões pelo jogador, segundo o balanço trimestral do Rubro-Negro. Já o goleiro Santos custou cerca de R$ 5 milhões ao Fortaleza, e André saiu por R$ 2,8 milhões para o Estrela Amadora (POR).


Além disso, a venda de Otávio do Famalicão ao Porto por 12 milhões de euros (R$ 69 milhões) também rendeu um bom dinheiro para o Flamengo. Isso porque, o Rubro-Negro ficou com 30% da negociação, ou seja, aproximadamente R$ 19 milhões.

EXPECTATIVAS PARA BATER A META

Por estar ainda no primeiro semestre, o Flamengo ainda não contou com a venda de Thiago Maia ao Internacional. Isso porque, a negociação se confirmou por empréstimo no último dia da janela de transferências. Por isso, o clube só irá receber pela tratativa no mês de julho, quando deverá embolsar cerca de 4 milhões de euros (R$ 23 milhões.


Assim, o Mais Querido chegará ao valor total de R$ 71,3 milhões e ficará mais perto de atingir a meta por venda de atletas. É possível que algum jogador saia já na próxima janela, o que fará o time bater a meta.



Futebol

A FIM DE INDICAR PRESIDENTE DO STJD, CLUBES ENVIAM OFÍCIO À CBF

PRESIDENTE DO STJD, clubes, cbf, ofício

Reprodução
Reprodução

  |

Icon Comentário0

Clubes da Série A e B enviaram, na última quarta-feira (5), um ofício a Ednaldo Rodrigues, presidente da Confederação Brasileira de Futebol, pedindo o apoio à indicação de Luiz Felipe Bulus à presidência do STJD do Futebol.

Bulus é o atual vice-presidente administrativo do STJD do Futebol. O pedido é para que seja indicado para ser mandatário nos próximos dois anos da gestão 2024/2028. Ao todo, 23 clubes do futebol brasileiro assinaram o documento. Destes, 19 são da Série A — veja abaixo a lista completa.


Os clubes ressaltaram que a indicação foi feita na condição de "protagonistas do espetáculo e maiores interessados no bom funcionamento do STJD". Eles avaliaram que o indicado reúne critérios para ocupar o cargo.


A carta foi enviada com cópia para a OAB, FENAPAF e ABRAFUT. Asentidades são responsáveis pela indicação dos auditores que compõem o Pleno do STJD.

Clubes que assinaram o ofício:

América-MG

Athletico-PR

Atlético-GO

Atlético-MG

Bahia

Botafogo

Ceará

Corinthians

Coritiba

Criciúma

Cruzeiro

Cuiabá

Fluminense

Flamengo

Fortaleza

Grêmio

Internacional

Juventude

Palmeiras

Red Bull Bragantino

São Paulo

Vasco da Gama

Vila Nova



envelopeSUBSCREVER NEWSLETTER

envelopeSUBSCREVER NEWSLETTER


+ notícias
Futebol

EM ENTREVISTA, JORGE SAMPAOLI EX- FLAMENGO DESTACA DIFICULDADE DE GERIR O ELENCO RUBRO-NEGRO "NÃO SE PODE PERDER.."

 

Icon Comentário0
Futebol

FLAMENGO SEGUE NA DISPUTA E PELO SONHO DE CONTAR COM MICHAEL EM 2024, AFIRMA JORNALISTA

 

Icon Comentário0
Futebol

COPA AMÉRICA "BAGUNÇA " ELENCO DO FLAMENGO E TITE SE VÊ COM PEÇAS A MENOS DURANTE A COMPETIÇÃO

 

Icon Comentário0