Logotipo Gazeta do Urubu
pt-br
Futebol

FLAMENGO TEM NOVO MOMENTO, MAS NÃO CONVENCE CONTRA O AMAZONAS

Gerson foi um dos destaques do jogo

Foto: Internet/Flamengo
Foto: Internet/Flamengo

  |

Icon Comentário0

Na noite de ontem, o Flamengo garantiu sua classificação para a próxima fase da Copa do Brasil ao vencer o Amazonas em uma partida emocionante. O único gol do jogo foi marcado por Pedro, consolidando a vitória do Mengão e garantindo a festa da torcida.

Após o apito final, alguns jogadores do Flamengo demonstraram carinho pelos fãs que foram apoiar o time. Gerson, Pedro, David Luiz, Luiz Araújo, Viña, Léo Ortiz e Allan passaram um bom tempo interagindo com a galera, tirando fotos e distribuindo autógrafos. A proximidade dos atletas com os torcedores mostra o quanto essa relação é valorizada, fortalecendo ainda mais o vínculo entre o time e sua apaixonada torcida.


Por outro lado, Gabigol, um dos grandes ídolos da equipe, teve uma postura diferente nesta noite. O atacante, que costuma ser bastante acessível aos fãs, apenas acenou para a multidão e não parou para fotos ou autógrafos. A atitude de Gabigol pode ter deixado alguns torcedores desapontados, mas a importância do momento de comemoração coletiva não foi abalada.


FLAMENGO VENCE E CONVENCE 

O jogo começou com uma intensa pressão do Flamengo sobre o Amazonas. Desde o início, o time carioca mostrou sua superioridade técnica e tática, controlando a posse de bola e criando diversas oportunidades de gol. A defesa do Amazonas resistiu bravamente, mas a qualidade do elenco flamenguista falou mais alto.


O gol da vitória veio aos 38 minutos do segundo tempo, quando Pedro recebeu um cruzamento preciso de Luiz Araújo e, com muita categoria, mandou a bola para o fundo das redes. A comemoração efusiva do atacante refletiu a importância do gol, não só para o jogo, mas também para sua confiança e para a trajetória do Flamengo na competição.


Futebol

DIRIGENTE DO FLAMENGO ABRE O JOGO SOBRE O ANÚNCIO DE DESAPROPRIAÇÃO DO TERRENO DO GASÔMETRO

Mengão pretende construir estádio próprio no local desapropriado pela Prefeitura do Rio de Janeiro

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

  |

Icon Comentário0

O torcedor do Flamengo teve duas razões para celebrar neste domingo (23). Além da vitória contra o Fluminense por 1 a 0, o clube recebeu a notícia de que o terreno do Gasômetro será desapropriado pela Prefeitura do Rio de Janeiro. No local, o Rubro-Negro pretende construir seu próprio estádio. Cacau Cotta, diretor de relações externas do Flamengo, detalhou os próximos passos para a construção da arena.

Cacau Cotta explicou que a desapropriação do terreno agora coloca a propriedade sob a responsabilidade da prefeitura, e que o clube tem os recursos necessários para adquirir parte do terreno: "O terreno agora pertence à prefeitura. Não há disputa judicial (...) O que poderá surgir no futuro é uma negociação sobre os valores...".




DETALHES DA NEGOCIAÇÃO

— "As pessoas às vezes se confundem, pois o decreto do prefeito trata-se de um decreto que transfere a propriedade do terreno para a prefeitura. Uma desapropriação não implica em disputa judicial. O que pode surgir no futuro é uma negociação de valores. Em breve, em 20, 30 dias, haverá um leilão, o Flamengo possui os recursos necessários, irá pagar pelo terreno o valor justo, assim como a prefeitura pagou pelo Terminal Gentileza. O Flamengo irá efetuar o pagamento, portanto fiquem tranquilos, não há qualquer disputa judicial. O que pode ocorrer é apenas uma discussão sobre os valores do terreno", afirmou Cacau Cotta.



MOMENTO HISTÓRICO PARA O CLUBE

Cacau Cotta também celebrou o momento histórico para o Flamengo: "Vamos celebrar, pois hoje é um dia de celebração com essa bela vitória. Um jogo difícil contra o Fluminense, sempre é um jogo complicado e (o estádio) representa um marco na história do Flamengo. Esperamos 130 anos por esse momento, não é mesmo? Para finalmente termos um terreno para construir o nosso próprio estádio. Agora é a vez do presidente Landim explicar, eu dei os detalhes para vocês, do prefeito explicar, do (deputado) Pedro Paulo, que está ao nosso lado nessa luta. Isso que sempre digo, é a bancada rubro-negra trabalhando em prol do Flamengo."


ANÚNCIO OFICIAL DA DESAPROPRIAÇÃO

Na manhã deste domingo (23), o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, e o deputado Pedro Paulo gravaram um vídeo anunciando a desapropriação do terreno do Gasômetro. O espaço pertence a um fundo de investimentos da Caixa Econômica Federal. Flamengo e município tentaram negociar com o banco, porém não obtiveram resposta, levando a Prefeitura a determinar a desapropriação.



Futebol

TITE ENALTECE VITÓRIA DO FLAMENGO SOBRE O FLUMINENSE: "MERECEMOS VENCER"

Pedro, de pênalti, manteve o Mengão na liderança

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

  |

Icon Comentário0

Em clássico válido pela 11ª rodada do Brasileirão, o Flamengo venceu o Fluminense por 1 a 0 na tarde deste domingo (23), no Maracanã. O gol que garantiu a vitória foi marcado por Pedro, de pênalti, mantendo o Mengão na liderança isolada da competição com 24 pontos.

A partida foi marcada por um lance polêmico aos 40 minutos do segundo tempo. Bruno Henrique foi derrubado na área por Calegari, resultando em um pênalti que Pedro converteu, chutando no meio do gol e garantindo a vitória rubro-negra. A decisão gerou muitas reclamações por parte do Fluminense, que considerou a marcação incorreta.




TITE ELOGIA ATUAÇÃO DO FLAMENGO

Após o jogo, o técnico Tite elogiou a performance da equipe, destacando a superioridade e a justiça do resultado. “São duas grandes equipes. É uma das melhores campanhas da Libertadores. Tenho grande gratidão pelo Paulo Angioni (diretor de futebol do Fluminense). Não somos inimigos. Há um respeito pelo nosso trabalho. Merecemos vencer. Retomávamos rapidamente a bola nos externos para deixar a equipe compactada. Foi gratificante. Fizemos por merecer independentemente do momento que fizemos o gol", afirmou Tite.



SUPERIORIDADE RUBRO-NEGRA E DESFALQUES

Mesmo com problemas físicos e desfalques devido à Copa América, o Flamengo mostrou-se superior ao Fluminense. Embora tenha tido menos posse de bola, o Rubro-Negro foi mais perigoso, forçando o adversário a cometer erros e criando oportunidades claras. A falta de pontaria quase complicou a situação, mas o pênalti sofrido por Bruno Henrique foi decisivo.


SITUAÇÃO NO BRASILEIRÃO

Com a vitória, o Flamengo chegou aos 24 pontos e garantiu a liderança da Série A por mais uma rodada. Já o Fluminense, que teve apenas uma finalização no clássico e nenhuma no gol defendido por Rossi, permanece na lanterna da competição.




Futebol

DIOGO LEMOS, MEMBRO DO CONSELHO DO FLAMENGO SE POSICIONA SOBRE "ACUSAÇÕES"

Um dos membros da diretoria se pronunciou sobre o caso e as acusações

Internet
Internet

  |

Icon Comentário0

O Flamengo se pronunciou oficialmente para negar as acusações de que teria assinado um documento concordando com o calendário da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Segundo Diogo Lemos, membro do Conselho de Futebol do clube, essa informação é incorreta e não reflete a posição do Flamengo sobre o assunto.

Lemos afirmou que o clube nunca concordou com o calendário imposto pela CBF. "O Flamengo jamais assinou qualquer documento concordando com este calendário que nos impuseram no momento", declarou ele, destacando a insatisfação do clube com a situação atual. O dirigente ainda ressaltou que o Flamengo não está sozinho nessa discordância. Outros 12 clubes da Série A também apoiaram o pedido para a paralisação do campeonato durante a Copa América. A intenção era garantir a isonomia esportiva da competição, visto que a continuidade dos jogos durante a Copa prejudica alguns times que têm jogadores convocados para as seleções nacionais.

FLAMENGO ABRE O JOGO


A declaração de Lemos reflete a crescente tensão entre os clubes e a CBF sobre a gestão do calendário. A crítica principal é que a continuidade do campeonato durante torneios internacionais desfavorece clubes que perdem jogadores importantes. A Copa América, por exemplo, tem um impacto significativo, já que várias seleções sul-americanas convocam jogadores que atuam no Brasil.


O pedido formalizado pelo Flamengo e outros 12 clubes para a paralisação do campeonato não é apenas uma tentativa de ajustar o calendário. É também um movimento estratégico para pressionar a CBF a repensar suas políticas e decisões, garantindo que todos os clubes possam competir em igualdade de condições. Essa busca por equidade no futebol brasileiro é uma pauta antiga, mas que ganha novos contornos a cada edição de torneios internacionais.


envelopeSUBSCREVER NEWSLETTER

envelopeSUBSCREVER NEWSLETTER


+ notícias
Futebol

PIADA? PARA O DINIZ A ARBITRAGEM 'DECIDIU' O JOGO PARA O FLAMENGO - CONFIRA

 

Icon Comentário0
Futebol

DIRIGENTE DO FLAMENGO SOBE O TOM E VOLTA A CRITICAR A CBF: "NÃO TEM VERGONHA NA CARA"

 

Icon Comentário0
Futebol

TITE MANTÉM CRÍTICAS A DIRETOR DA CBF E REAFIRMA QUE NÃO FALTOU COM RESPEITO A NINGUÉM

 

Icon Comentário0