Logotipo Gazeta do Urubu
pt-br
Futebol

"A DECISÃO É UM COMEÇO, UM CAMINHO", DIZ PRESIDENTE DA CBF SOBRE CONDENAÇÃO DOS AGRESSORES DE VINÍCIUS JÚNIOR

Torcedores do Valencia foram condenados a oito meses de prisão nesta segunda (10) após gritos racistas contra o jogador

Reprodução
Reprodução

  |

Icon Comentário0

O presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, disse nesta segunda-feira (10) que a condenação de três torcedores do Valencia pela Justiça Espanhola por insultos contra Vinicius Junior mostra que mais um passo foi dado na luta contra o racismo.

Esta foi a primeira condenação por atos racistas nos tribunais criminais espanhóis. Além disso, os torcedores também estão proibidos de frequentar qualquer estádio de futebol na Espanha por dois anos.


"A decisão é um começo, um caminho, e mostra a importância da pressão da sociedade para que as autoridades realmente se envolvam nesta luta contra o racismo. Foi uma punição que eu interpreto ainda como branda, mas os passos estão sendo dados de degrau em degrau", afirmou o presidente da CBF, que está com a Seleção Brasileira nos Estados Unidos.


"O racismo não vai desaparecer da noite para o dia. Uma decisão deste porte nos deixa com mais força para continuar na luta. Os racistas precisam pelo menos ter medo a partir de agora de cometer um crime terrível como esse. A CBF foi a primeira entidade nacional a incluir penas desportistas por racismo e não vamos parar. Só quem sofreu com o racismo sabe o tamanho da dor", acrescentou Ednaldo Rodrigues.

Primeiro negro e nordestino a ocupar o cargo, o presidente da CBF também integra o Conselho da Fifa e da Conmebol. Ao tomar posse na Fifa no ano passado, ele disse que a luta contra o racismo no futebol no planeta seria uma das suas prioridades.


Em maio, a Fifa anunciou um plano global contra o racismo. A entidade mundial adotou punição esportiva para casos de preconceito nas 211 países filiados. No ano passado, a CBF acionou também o Ministério da Justiça, o Ministério das Relações Exteriores, a La Liga, a Federação Real Espanhola e o governo espanhol cobrando uma punição aos agressores do jogador brasileiro.

O camisa 7 da Seleção Brasileira se posicionou no X, reforçando que não abaixará a cabeça e continuará lutando contra o racismo. Disse ainda que não é "vítima de racismo", mas sim "algoz de racistas".

O Real Madrid comunicou a decisão da Justiça Espanhola. Veja a nota emitida pelo clube:

O Real Madrid CF anuncia que o Tribunal de Instrução nº 10 de Valência emitiu hoje, segunda-feira, 10 de junho de 2024, uma sentença condenatória de acordo com os três jovens acusados ​​de insultar, com gritos e gestos racistas, o nosso jogador Vinicius Junior em partida da La Liga, realizada no dia 21 de maio de 2023 no estádio Mestalla entre o Valencia CF e o Real Madrid CF.

Os três acusados foram declarados culpados de crime contra a integridade moral de Vinicius Junior, agravado por terem agido com motivações racistas, e cada um deles foi condenado a oito meses de prisão e proibido de acessar estádios de futebol por um período de dois anos.

Os três acusados assumiram a sua responsabilidade criminal e tornaram pública uma carta de desculpas dirigida ao nosso jogador Vinicius Junior, ao Real Madrid CF e às restantes pessoas que se sentiram ofendidas pelo seu comportamento. Além de demonstrarem seu arrependimento, os três acusados ​​pedem em sua carta aos torcedores que sejam banidos das competições todos os vestígios de racismo e intolerância.

Esta é a primeira condenação por atos desta natureza proferida por tribunais criminais.

O Real Madrid, que neste processo juntou a acusação privada com Vinicius Junior, continuará a trabalhar para proteger os valores do nosso clube e erradicar qualquer comportamento racista no mundo do futebol e do desporto.


Futebol

DIRIGENTE DO FLAMENGO ABRE O JOGO SOBRE O ANÚNCIO DE DESAPROPRIAÇÃO DO TERRENO DO GASÔMETRO

Mengão pretende construir estádio próprio no local desapropriado pela Prefeitura do Rio de Janeiro

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

  |

Icon Comentário0

O torcedor do Flamengo teve duas razões para celebrar neste domingo (23). Além da vitória contra o Fluminense por 1 a 0, o clube recebeu a notícia de que o terreno do Gasômetro será desapropriado pela Prefeitura do Rio de Janeiro. No local, o Rubro-Negro pretende construir seu próprio estádio. Cacau Cotta, diretor de relações externas do Flamengo, detalhou os próximos passos para a construção da arena.

Cacau Cotta explicou que a desapropriação do terreno agora coloca a propriedade sob a responsabilidade da prefeitura, e que o clube tem os recursos necessários para adquirir parte do terreno: "O terreno agora pertence à prefeitura. Não há disputa judicial (...) O que poderá surgir no futuro é uma negociação sobre os valores...".




DETALHES DA NEGOCIAÇÃO

— "As pessoas às vezes se confundem, pois o decreto do prefeito trata-se de um decreto que transfere a propriedade do terreno para a prefeitura. Uma desapropriação não implica em disputa judicial. O que pode surgir no futuro é uma negociação de valores. Em breve, em 20, 30 dias, haverá um leilão, o Flamengo possui os recursos necessários, irá pagar pelo terreno o valor justo, assim como a prefeitura pagou pelo Terminal Gentileza. O Flamengo irá efetuar o pagamento, portanto fiquem tranquilos, não há qualquer disputa judicial. O que pode ocorrer é apenas uma discussão sobre os valores do terreno", afirmou Cacau Cotta.



MOMENTO HISTÓRICO PARA O CLUBE

Cacau Cotta também celebrou o momento histórico para o Flamengo: "Vamos celebrar, pois hoje é um dia de celebração com essa bela vitória. Um jogo difícil contra o Fluminense, sempre é um jogo complicado e (o estádio) representa um marco na história do Flamengo. Esperamos 130 anos por esse momento, não é mesmo? Para finalmente termos um terreno para construir o nosso próprio estádio. Agora é a vez do presidente Landim explicar, eu dei os detalhes para vocês, do prefeito explicar, do (deputado) Pedro Paulo, que está ao nosso lado nessa luta. Isso que sempre digo, é a bancada rubro-negra trabalhando em prol do Flamengo."


ANÚNCIO OFICIAL DA DESAPROPRIAÇÃO

Na manhã deste domingo (23), o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, e o deputado Pedro Paulo gravaram um vídeo anunciando a desapropriação do terreno do Gasômetro. O espaço pertence a um fundo de investimentos da Caixa Econômica Federal. Flamengo e município tentaram negociar com o banco, porém não obtiveram resposta, levando a Prefeitura a determinar a desapropriação.



Futebol

TITE ENALTECE VITÓRIA DO FLAMENGO SOBRE O FLUMINENSE: "MERECEMOS VENCER"

Pedro, de pênalti, manteve o Mengão na liderança

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

  |

Icon Comentário0

Em clássico válido pela 11ª rodada do Brasileirão, o Flamengo venceu o Fluminense por 1 a 0 na tarde deste domingo (23), no Maracanã. O gol que garantiu a vitória foi marcado por Pedro, de pênalti, mantendo o Mengão na liderança isolada da competição com 24 pontos.

A partida foi marcada por um lance polêmico aos 40 minutos do segundo tempo. Bruno Henrique foi derrubado na área por Calegari, resultando em um pênalti que Pedro converteu, chutando no meio do gol e garantindo a vitória rubro-negra. A decisão gerou muitas reclamações por parte do Fluminense, que considerou a marcação incorreta.




TITE ELOGIA ATUAÇÃO DO FLAMENGO

Após o jogo, o técnico Tite elogiou a performance da equipe, destacando a superioridade e a justiça do resultado. “São duas grandes equipes. É uma das melhores campanhas da Libertadores. Tenho grande gratidão pelo Paulo Angioni (diretor de futebol do Fluminense). Não somos inimigos. Há um respeito pelo nosso trabalho. Merecemos vencer. Retomávamos rapidamente a bola nos externos para deixar a equipe compactada. Foi gratificante. Fizemos por merecer independentemente do momento que fizemos o gol", afirmou Tite.



SUPERIORIDADE RUBRO-NEGRA E DESFALQUES

Mesmo com problemas físicos e desfalques devido à Copa América, o Flamengo mostrou-se superior ao Fluminense. Embora tenha tido menos posse de bola, o Rubro-Negro foi mais perigoso, forçando o adversário a cometer erros e criando oportunidades claras. A falta de pontaria quase complicou a situação, mas o pênalti sofrido por Bruno Henrique foi decisivo.


SITUAÇÃO NO BRASILEIRÃO

Com a vitória, o Flamengo chegou aos 24 pontos e garantiu a liderança da Série A por mais uma rodada. Já o Fluminense, que teve apenas uma finalização no clássico e nenhuma no gol defendido por Rossi, permanece na lanterna da competição.




Futebol

APÓS SER LIBERADO, PRESIDENTE DA CBF QUER FILIPE LUÍS NA SELEÇÃO BRASILEIRA

O agora ex-jogador do Flamengo tem o sonho de ser treinador

Reprodução
Reprodução

  |

Icon Comentário0

Nesta quinta-feira (4), o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes concedeu liminar pelo retorno de Ednaldo Rodrigues para a presidência da Confederação Brasileira de Futebol. De volta ao cargo, o mandatário já começa a pensar na comissão técnica da Seleção, e Filipe Luís deve receber um convite.

Em entrevista para a revista “Veja”, Ednaldo Rodrigues afirmou que seu primeiro objetivo é resolver a comissão técnica da Seleção. Sem Carlo Ancelotti, que renovou com o Real Madrid e frustrou os planos da entidade, a CBF deseja contar com Dorival Júnior e Filipe Luís.

A informação é do Globoesporte.com, que apurou que os nomes na mesa do presidente da CBF são do ex-treinador do Flamengo, hoje no São Paulo, que tem contrato até o final de 2024, e do ex-lateral, que se aposentou ao término da última temporada.


De acordo com o jornalista Raphael Zarko, Filipe Luís será convidado para ocupar o cargo de coordenador da Seleção Brasileira. Vale lembrar que o ex-jogador do Flamengo fez cursos da CBF Academy e já deixou claro que deseja seguir carreira de treinador de futebol.

Seleção descarta Fernando Diniz e quer Dorival e Filipe Luís

Inicialmente, o plano da CBF era de ter Carlo Ancelotti ao término da temporada europeia, em julho de 2024. Enquanto isso, Fernando Diniz se dividia entre Fluminense e Seleção Brasileira, o que não deve permanecer por muito tempo.


Em junho, a Seleção irá disputar a Copa América, que será realizada durante nove rodadas do Campeonato Brasileiro. Desta forma, manter a atual função de Fernando Diniz seria um inconveniente para a confederação, que optou por encerrar a passagem do treinador, que fez um péssimo início de trabalho na Amarelinha.


envelopeSUBSCREVER NEWSLETTER

envelopeSUBSCREVER NEWSLETTER


+ notícias
Futebol

PIADA? PARA O DINIZ A ARBITRAGEM 'DECIDIU' O JOGO PARA O FLAMENGO - CONFIRA

 

Icon Comentário0
Futebol

DIRIGENTE DO FLAMENGO SOBE O TOM E VOLTA A CRITICAR A CBF: "NÃO TEM VERGONHA NA CARA"

 

Icon Comentário0
Futebol

TITE MANTÉM CRÍTICAS A DIRETOR DA CBF E REAFIRMA QUE NÃO FALTOU COM RESPEITO A NINGUÉM

 

Icon Comentário0