Logotipo Gazeta do Urubu
pt-br
Clube

ESTÁDIO DO FLAMENGO: PREFEITURA DO RIO PUBLICA EDITAL PARA LEILÃO E VALOR DO TERRENO DO GASÔMETRO

O edital foi publicado no Diário Oficial na manhã desta terça-feira (9)

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

  |

Icon Comentário0

Parece que a atual diretoria do Flamengo conseguirá agilizar a compra do terreno do Gasômetro para a construção do estádio ainda neste ano. Isso porque, nesta terça-feira (9), a Prefeitura do Rio de Janeiro publicou no Diário Oficial o valor mínimo para leilão do local. 

De acordo com o órgão municipal, poderá participar da disputa os lances a partir de R$138,1 milhões. Além disso, o documento confirma a desapropriação de área de 86,5 mil m², que pertence a um fundo de investimentos gerido pela Caixa Econômica Federal.

O Diário Oficial também ressalva que o local deverá ter uma estádio com capacidade mínima de 70 mil lugares. Porém, essa determinação não será problema, já que o Flamengo planeja construir uma arena para 80 mil torcedores, segundo Rodolfo Landim.

DIRETRIZES DO EDITAL:- Plano de mobilidade urbana que privilegie o uso do transporte coletivo e acesso por pedestres nas imediações. O projeto deverá considerar obrigatoriamente o acesso de veículos de transporte individual de passageiros pelas vias internas do bairro de São Cristóvão. O acesso pela Avenida Francisco Bicalho, umas das principais vias da cidade, será proibido;– Instalação, preferencialmente, de sistemas de captação e reuso de água da chuva para irrigação de gramados e uso em banheiros. Deverão ser usados dispositivos de baixo consumo de água em banheiros e vestiários;– “Zonas de experiências”, com áreas temáticas ao redor do estádio, como museus interativos e zonas de jogos;– Calçadas largas e acessíveis, além de ciclovias que conectem o estádio a áreas residenciais e comerciais próximas;– Projeto de estacionamento suficiente, preferencialmente subterrâneo ou em edifício-garagem;– Implementação de “sistema robusto de coleta seletiva e reciclagem de resíduos”, assim como áreas de docas para coleta de lixo; Incorporação de painéis solares e outras fontes de energia renovável, além de estratégias que incluam compensação de carbono;– Deverá ser usada iluminação LED de alta eficiência e sistemas de controle automatizado para reduzir o consumo energético;– Integração da vegetação ao projeto, como jardins verticais e, preferencialmente, telhados verdes, para melhorar a qualidade do ar e reduzir a temperatura ambiente;Plano de Alcance Social que abranja impactos para as populações e comunidades do entorno, privilegiando a contratação de mão de obra local, projetos de qualificação profissional e educação esportiva e cultural;– Integração com o entorno, o que inclui lojas, museu, restaurantes, bares e serviços.
FLAMENGO TERÁ CONCORRENTES?

Muitos torcedores estão com a preocupação com o termo "leilão", já que há a possibilidade de ter concorrência. Porém, internamente, o Mais Querido sabe que os outros três principais clubes da cidade não entrarão na disputa, por falta de condições financeiras e pelo fato do edital ser incisivo que o terreno é para a construção de um estádio.

PRÓXIMOS PASSOS

O Mais Querido aguarda agora votação na Câmara dos Vereadores para aprovação do projeto de lei para uso do potencial construtivo por parte do clube, O Rubro-Negro tem a favor Marcos Braz, vereador e vice-presidente de futebol, que também está na Frente Parlamentar sobre o tema. Desse modo, o Flamengo utilizará a sede da Gávea para baratear os custos da construção do estádio.



Clube

DIEGO HYPOLITO REVELA MÁGOA COM O FLAMENGO, MAS RECONHECE GRATIDÃO AO CLUBE

Ginasta lembra com carinho de seu tempo no Flamengo, clube que defendeu por 20 anos, mas ainda condena forma como foi mandado embora

Reprodução
Reprodução

  |

Icon Comentário0

Diego Hypólito, um dos grandes atletas revelados pelos esportes olímpicos do Flamengo, comentou sua relação com o clube longa entrevista sobre a carreira. O ginasta bicampeão mundial e medalhista olímpico começou sua trajetória vitoriosa no ginásio da Gávea e revelou nutrir um sentimento de gratidão, mas ainda condena forma como foi mandado embora do clube.

“O Flamengo é o meu formador. Foi ali que me construí, me deu a oportunidade, desde criança, de ter uma aparelhagem que era a melhor na época. Foi quem acreditou na minha história. Fui mandado embora por uma pessoa específica. Então, sou laureado no Flamengo*, eu voto, eu auxilio. Eu vou às vezes no clube quando eu tenho um tempinho”, disse em entrevista ao quadro ‘Abre Aspas’, do ge.


Diego começou a treinar no Flamengo em 1994, assim como sua irmã Daniele Hypólito, e passou por períodos de altos e baixos no clube. Foi na Gávea onde ele se tornou um destaque nacional, chegou até a Seleção Brasileira e conquistou pódios internacionais. Contudo, foi mandado embora entre o fim de 2012 e início de 2013.


Uma das primeiras ações da gestão Bandeira de Mello foi fechar diversas modalidades dos esportes olímpicos como parte do plano de recuperação financeira. O contrato de muitos atletas, entre eles Diego, foi encerrado. À época, Diego deu muitas entrevistas criticando a decisão, mas mostra que não deixou afetar sua relação com o clube.

Mas a saída teve muitas consequências graves na vida de Diego. Em momento que lidava com o fato de começar a ser assumir sexualidade consigo mesmo, o atleta foi mandado embora e passou a lidar com um dos cenários mais conturbados de sua vida. Ele revelou recentemente que ficou internado em clínica psiquiátrica em 2014 para tratar depressão, enquanto conciliava com rotina de treinamentos para disputar as Olimpíadas.


“As Olimpíadas do Rio foram muito difíceis para mim, porque eu tive muitos problemas psicológicos. Fui muito negado. Eu dormia numa clínica, mas eu treinava no outro dia, então eu não ficava internado em tempo integral, mas tomando muitos medicamentos para que controlasse esses meus medos”, disse, antes de completar:

“Tive todo tipo de claustrofobia depois que eu saí do Flamengo. Eu fui mandado embora do Flamengo. Foi o clube que eu treinei por 20 anos. O ginásio pegou fogo com aparelhagens que tinham sido conseguidas pelo meu patrocinador. Eu me senti jogado fora, isso mexeu totalmente comigo. E foi a época que eu comecei a assumir a questão de sexualidade comigo mesmo, comecei a me dar a oportunidade de conhecer alguém pra namorar. Aí decido que quero ter um clube. Parei de ter o treinador que tive durante 20 anos (Renato Araújo). Fechei com o São Bernardo do Campo. Meu treinador (Fernando de Carvalho Lopes) é acusado de pedofilia. Foi uma avalanche de coisas, como se tivesse passado um tsunami. E o Diego no meio daquilo, sem saber o que fazer, fiquei muito perdido, desnorteado.”

* Laureado é o associado que tenha sido campeão individual durante cinco anos consecutivos, competindo pelo Flamengo; ou aquele que tenha sido campeão durante três anos consecutivos ou cinco alternados, desde que o Flamengo também tenha sido campeão na modalidade esportiva disputada nos mesmos anos pelo atleta.

Ginastas do Flamengo nas Olimpíadas de Paris

A geração de Diego Hypólito começou a colocar cada vez mais ginastas para representar o Brasil nas olimpíadas, principalmente homens. Em 2024, o Flamengo mandou a Paris cinco atletas que se apresentarão na ginástica artística.

Além da campeã olímpica Rebeca Andrade, o clube tem Jade Barbosa, Flávia Saraiva, Lorrane Oliveira e Diogo Soares na equipe brasileira. Os Jogos Olímpicos de Paris começam no dia 26 de julho.


Clube

SIMONE BILES, MAIOR GINASTA DO MUNDO, REVELA PREOCUPAÇÃO COM ATLETA DO FLAMENGO: "REBECA ANDRADE ME DÁ MEDO"

No último Mundial de Ginástica Artística, a brasileira conquistou cinco medalhas e se tornou a 11ª ginasta da história a medalhar em todos os aparelhos

Simone Biles e Rebeca Andrade / Divulgação
Simone Biles e Rebeca Andrade / Divulgação

  |

Icon Comentário0

A contagem regressiva para os Jogos Olímpicos de Paris 2024 já começou. Em clima de Olimpíadas, atletas de todo o mundo se preparam para desembarcar na Cidade Luz nos próximos dias, já que a Cerimônia de Abertura está marcada para 26 de julho, no Rio Sena. Um dos nomes mais aguardados desta edição é o de Simone Biles. Três anos após deixar a competição em Tóquio por questões de saúde mental, ela está de volta aos holofotes.

Em entrevista para a TV norte-americana, Simone, a ginasta mais condecorada na história dos Campeonatos Mundiais de Ginástica, revelou que a brasileira Rebeca Andrade é sua maior preocupação para as Olimpíadas de Paris. “Rebeca Andrade é a que mais me dá medo”, declarou Biles ao classificar quais atletas ela ficará de olho na competição.



Vale lembrar que, no último Mundial de Ginástica Artística, Andrade conquistou cinco medalhas: três de prata (equipes, individual geral e individual no solo), uma de ouro (individual no salto) e uma de bronze (individual na trave). Ela também se tornou a 11ª ginasta da história a medalhar em todos os aparelhos.

Ao todo, o Brasil já garantiu 259 vagas para a competição. Serão 237 atletas na delegação brasileira que vai para Paris até o momento, com 137 mulheres e 93 homens confirmados. No hipismo, 7 vagas mistas ainda serão definidas.

Os números, que já demonstram a força do Time Brasil para os Jogos de Paris, ainda podem crescer. A janela de classificação para as Olimpíadas só se encerra na primeira semana de julho e a tendência é que medalhistas de modalidades renomadas do Brasil, como o handebol e o vôlei, ainda se juntem à delegação.




Futebol

ALIADO DE EDUARDO PAES CONFIA QUE ESTÁDIO DO FLAMENGO POSSA TER 80 MIL LUGARES

Presidente Rodolfo Landim já externou desejo de construir estádio para esse número de pessoas, e edital não proíbe capacidade

Reprodução
Reprodução

  |

Icon Comentário0

O sonho do estádio próprio começa a sair do papel, e o terreno do Gasômetro vai a leilão no dia 31 de julho, às 14h30 (horário de Brasília). É quando o Flamengo deve ofertar o lance mínimo de R$ 138 milhões para garantir o local.

Mas o edital de leilão, que saiu poucos dias após o Decreto de Eduardo Paes (PSD) que desapropria o terreno, mostrou diversos requisitos a serem cumpridos para que o clube possa levantar seu estádio no local. Um deles envolve a capacidade.


A capacidade do estádio no terreno do Gasômetro deve ser para, pelo menos, 70 mil pessoas. Ou seja, aproximadamente o que o Flamengo disponibiliza para venda nos jogos do Maracanã atualmente. Mas essa é apenas uma base, e o estádio não pode ter menos do que isso. Os 80 mil lugares, inicialmente imaginados por Rodolfo Landim, ainda pode acontecer.


É o que indica o deputado federal Pedro Paulo (PSD), flamenguista que também esteve na frente que tentava viabilizar o terreno do Gasômetro para o Flamengo. Aliado de Eduardo Paes, Pedro Paulo concedeu a seguinte explicação:

“Estabelecemos os critérios mínimos. Os 70 mil lugares são uma referência para orientar a licitação. Nada impede que o estádio tenha capacidade para 80 mil. O centro e convenções é uma ideia que pode integrar o projeto. Não está proibido. O projeto final será detalhado lá na frente por quem vencer o leilão”, explica o político.


Se comprar terreno, Flamengo deve inaugurar estádio até 2029

O edital prevê ainda outros pontos importantíssimos, como o cronograma e os prazos para que o arrematador conclua os planos. Após a compra, o Flamengo deve concluir o projeto final dentro de um ano e meio.

Além disso, são três anos após conseguir as licenças para as obras. Assim, totalizando quatro anos e meio. Isso significa que o Rubro-Negro estaria inaugurando seu novo estádio, no mais tardar, em 2029.

Os detalhes são dados no seguinte trecho do edital: “O projeto, a ser apresentado em até 18 meses contados da data da assinatura do Termo de Promessa de Compra e Venda, e executado em até 36 meses prorrogáveis na forma da lei, contados do seu licenciamento, deverá ser elaborado preferencialmente em três etapas: Programa de Necessidades, Estimativa de Custo e Cronograma Físico e Apresentação da Documentação Técnica”.

Rodolfo Landim já confirmou que quer estádio para 80 mil

Presidente do Flamengo, Rodolfo Landim já falou sobre o tema em abril, ao GE, e confirmou que o desejo é construir um estádio para 80 mil torcedores.

“É sim (possível colocar um estádio de 80 mil pessoas numa área de 87 mil m²). A gente já fez um anteprojeto de colocação desse estádio. Ainda daria a chance de a gente fazer uma grande praça na frente. Em volta dessa praça, a gente poderia colocar uma série de restaurantes, pontos e tal. Nessa praça, inclusive, poderíamos colocar telões para quem não tiver condição de ir aos grandes jogos ou para quem não conseguir ingresso”, comenta.


envelopeSUBSCREVER NEWSLETTER

envelopeSUBSCREVER NEWSLETTER


+ notícias
Clube

NOVO DIRIGENTE! FLAMENGO ANUNCIA QUE RESPONSÁVEL PELO PROJETO DO ESTÁDIO SERÁ VP DE PATRIMÔNIO

 

Icon Comentário0
Clube

OLHA ELE! EM ESTREIA DE OLIVINHA COMO APRESENTADOR, NALDO CONFIRMA NEYMAR NO FLAMENGO

 

Icon Comentário0
Clube

PREFEITO DO RIO PREVÊ CRESCIMENTO DO FGTS COM NOVO ESTÁDIO DO FLAMENGO NO GASÔMETRO

 

Icon Comentário0