Logotipo Gazeta do Urubu
pt-br
Futebol

TITE E A MULTA MILIONÁRIA! FLAMENGO PODE PAGAR ATÉ R$ 15,5 MILHÕES EM CASO DE DEMISSÃO

Diante desse cenário, o Flamengo se encontra em uma encruzilhada

Foto: Internet
Foto: Internet

  |

Icon Comentário0

O técnico Tite está no centro das atenções mais uma vez, mas desta vez não é pelos resultados em campo. O que tem chamado a atenção é o valor astronômico da multa em caso de sua demissão. De acordo com fontes próximas à negociação, o Flamengo poderia desembolsar cerca de R$ 15,5 milhões se decidir rescindir o contrato com o treinador.

Essa quantia exorbitante representa uma espécie de "seguro" para garantir a permanência de Tite à frente do time. No entanto, tal cifra também levanta questionamentos sobre a política financeira do clube e a gestão de recursos. Em um momento em que o futebol brasileiro enfrenta desafios econômicos significativos, como a redução de receitas devido à pandemia, gastar tal quantia em uma eventual demissão pode gerar controvérsias.


FLAMENGO TEM "DOR" DE CABEÇA  COM TITE 

Além da multa do técnico, há outros custos a serem considerados. Se Tite e seus auxiliares forem desligados, o Flamengo terá que arcar com o pagamento equivalente aos salários deles até dezembro de 2024. Isso significa que, além da multa rescisória, o clube precisaria desembolsar uma quantia considerável para honrar os compromissos contratuais.

Outro detalhe que não pode passar despercebido são os direitos trabalhistas dos membros da comissão técnica. De acordo com a legislação vigente, o Flamengo também seria responsável por pagar o 13º salário e as férias desses profissionais. Isso adiciona mais uma camada de custos à eventual demissão de Tite e sua equipe.


Em meio a especulações e debates sobre o futuro de Tite no comando do Flamengo, os torcedores estão divididos. Enquanto alguns acreditam que o investimento no técnico é necessário para alcançar os objetivos do clube, outros questionam se esse montante não poderia ser melhor utilizado em outras áreas, como reforços para o elenco ou investimentos na base.



Futebol

CELEBRIDADES SE JUNTAM EM PROL DO RIO GRANDE DO SUL NO DOMINGO, PARTIDA SERÁ REALIZADA NO MARACANÃ

Com a presença de figuras icônicas do futebol, a expectativa é que o evento atraia uma grande cobertura midiática

Foto: Internet
Foto: Internet

  |

Icon Comentário0

No próximo domingo, às 16h, o Maracanã será palco de uma emocionante partida de futebol que promete não só entreter os fãs do esporte, mas também fazer a diferença na vida de muitas pessoas. O evento, denominado Futebol Solidário, tem como principal objetivo arrecadar fundos para as vítimas das chuvas no Rio Grande do Sul, que recentemente enfrentaram grandes dificuldades devido aos desastres naturais.

Entre as estrelas que estarão à frente das equipes, destaca-se Dorival Júnior, atual técnico da Seleção Brasileira. Conhecido por sua vasta experiência e pelo trabalho dedicado no futebol brasileiro, Dorival Júnior será um dos treinadores no evento. Sua presença promete trazer não apenas estratégia e técnica, mas também um grande apelo para a causa, atraindo ainda mais atenção e apoio do público e da mídia.


TODOS EM PROL DO RIO GRANDE DO SUL 

O Futebol Solidário contará com a participação de grandes nomes do futebol mundial, incluindo o lendário Ronaldinho Gaúcho e o ex-lateral Cafu. Ronaldinho, com sua habilidade mágica e estilo inconfundível, sempre atrai multidões e desperta a paixão pelo esporte. Já Cafu, famoso por sua carreira vitoriosa e por ter sido capitão da Seleção Brasileira, traz um espírito de liderança e inspiração que certamente impactará todos os presentes.

Os ingressos para o evento estão sendo vendidos a preços acessíveis, a partir de R$ 60, com meia-entrada a R$ 30, permitindo que mais pessoas possam contribuir e participar dessa iniciativa solidária. A venda de ingressos a preços populares tem o intuito de engajar o maior número possível de torcedores, incentivando a solidariedade através do esporte.



Futebol

CAIRIA BEM NO FLAMENGO? MASTRIANI PODE DEIXAR O ATHLÉTICO-PR E SER NEGOCIADO COM OUTROS CLUBES

Athletico-PR depende das propostas que podem surgir na próxima janela de transferências

Foto: Internet
Foto: Internet

  |

Icon Comentário0

O atacante Gonzalo Mastriani, atualmente no Athletico-PR, está passando por um momento de insatisfação no clube devido à falta de minutos em campo. Esse descontentamento pode resultar na saída do jogador na próxima janela de transferências, caso surja uma proposta que agrade ambas as partes. A diretoria do Furacão já se mostrou disposta a negociar o atleta, considerando a possibilidade de sua transferência.

A insatisfação de Mastriani não é um caso isolado no mundo do futebol, onde a busca por mais tempo de jogo e oportunidades para mostrar seu talento é comum entre os atletas. No caso do atacante uruguaio, essa questão tem se tornado cada vez mais evidente, levando-o a considerar alternativas para sua carreira.

PODE CONTINUAR NO BRASIL?

O Athletico-PR, por sua vez, está aberto a dialogar e encontrar uma solução que seja benéfica tanto para o jogador quanto para o clube.A situação de Gonzalo Mastriani reflete um cenário recorrente no futebol profissional, onde a competição por posições e a necessidade de se manter ativo e visível no mercado são constantes.

Jogadores que não conseguem o tempo de jogo que desejam frequentemente buscam novos ares, onde possam ter mais chances de atuar e, consequentemente, valorizar suas carreiras. Para o Athletico-PR, a disposição em negociar Mastriani é uma forma de manter um ambiente satisfatório e motivador para os atletas que compõem seu elenco.



Futebol

METEU O MALHO! DIRIGENTE DO FLAMENGO EXPÕEM BASTIDORES SOBRE POLÍTICA DO CLUBE

. Essa presença política ativa permite que o clube e seus torcedores tenham uma voz mais forte nas decisões que os afetam

Foto: Internet
Foto: Internet

  |

Icon Comentário0

Cacau Cotta, diretor de Relações Externas do Flamengo e pré-candidato a vereador no Rio de Janeiro, levantou um ponto crucial sobre a relevância da política na administração dos clubes de futebol, em especial no Flamengo. Para ele, a política não só é onipresente, como também essencial para o funcionamento e crescimento dessas instituições.

Cotta argumenta que a política está inserida em todas as esferas da sociedade, inclusive no esporte. Ele explica que a interação do Flamengo com diferentes grupos políticos é fundamental para a realização dos interesses do clube. Para reforçar essa ideia, o Flamengo possui um cargo específico em sua estrutura organizacional: o diretor-executivo de Relações Governamentais. Esse papel é crucial para mediar a relação entre o clube e as várias instâncias do poder público.


CACAU COTTA  ABRE O JOGO E EXPÕEM BASTIDORES 

O diretor destaca vários exemplos que ilustram como a política pode beneficiar os clubes de futebol. Ele menciona o caso do Atlético Mineiro, que reelegeu Alexandre Kalil, ex-presidente do clube, como prefeito de Belo Horizonte em 2020. Esse fato demonstra a influência e o prestígio que uma figura do mundo esportivo pode ter na política.

Outro exemplo citado é o Corinthians, que conseguiu a Neo Química Arena e seu centro de treinamento graças à atuação de Andres Sanches, ex-deputado federal e ex-presidente do clube. A habilidade de Sanches em transitar entre o futebol e a política resultou em benefícios significativos para o clube paulista.



envelopeSUBSCREVER NEWSLETTER

envelopeSUBSCREVER NEWSLETTER


+ notícias
Futebol

LENDAS! NA SEDE DO MUSEU, FLAMENGO HOMENAGEA ADÍLIO EM SEU ANIVERSÁRIO

 

Icon Comentário0
Futebol

CBF REMARCA JOGOS DO FLAMENGO ADIADOS - CONFIRA AS DATAS

 

Icon Comentário0
Futebol

NOS BRAÇOS DA NAÇÃO! GABIGOL É RECEBIDO COM FESTA E CARINHO NA CHEGADA DO FLAMENGO EM MANAUS

 

Icon Comentário0