Logotipo Gazeta do Urubu
pt-br
Clube

EDUARDO PAES DETONA SUBSECRETÁRIO APÓS ALEGAÇÃO DE ERRO EM DESAPROPRIAÇÃO DO TERRENO DO GASÔMETRO

O Flamengo ainda não se posicionou sobre as alegações do funcionário público

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

  |

Icon Comentário0

Nesta última segunda-feira (1), o subsecretário do governador Claudio Castro, Victor Travancas, alegou que a Prefeitura do Rio de Janeiro cometeu irregularidades ao desapropriar o terreno do Gasômetro para a futura construção de estádio do Mais Querido. Enquanto o Victor tenta anular o decreto municipal, Eduardo Paes detonou o funcionário público.

“Aqui vai a declaração: duvido que o governador rubro-negro, até o último fio de cabelo, Cláudio Castro, concorde com isso. Tenho certeza que em caso de não retratação, esse rapaz será exonerado”, escreveu Eduardo Paes em publicação da página Paparazzo Rubro-Negro.


Eduardo Paes se posicionou sobre o assunto logo depois de o portal Mundo Rubro-Negro publicar que Victor Travancas se movimenta para tentar anular a desapropriação do terreno. O subsecretário estadual acredita que existem irregularidades no movimento da Prefeitura para viabilizar a construção do estádio do Mais Querido no local.

CONFIRA A MENSAGEM DE VICTOR TRAVANCAS:

“Caros amigos, aguardei uma semana para que qualquer advogado, ou o Ministério Público, questionasse no Judiciário o ilegal procedimento do Município do Rio de Janeiro para construção do estádio do Flamengo. Como ninguém teve a coragem, mais uma vez, este humilde advogado, seguindo os passos do Mestre Sobral Pinto, vai se sacrificar pessoalmente e entrar hoje na justiça para anular o Decreto do Prefeito Eduardo Paes. Conto com o apoio de todos na luta por Moralidade”, escreveu Travancas para amigos, segundo o portal Mundo Rubro-Negro.

POSIÇÃO DO FLAMENGO

Apesar do descontentamento de Victor e o pronunciamento de Eduardo Paes, o Flamengo ainda não se pronunciou sobre o caso, . É possível que o leilão pelo terreno do Gasômetro aconteça nos próximos meses.




Clube

DIEGO HYPOLITO REVELA MÁGOA COM O FLAMENGO, MAS RECONHECE GRATIDÃO AO CLUBE

Ginasta lembra com carinho de seu tempo no Flamengo, clube que defendeu por 20 anos, mas ainda condena forma como foi mandado embora

Reprodução
Reprodução

  |

Icon Comentário0

Diego Hypólito, um dos grandes atletas revelados pelos esportes olímpicos do Flamengo, comentou sua relação com o clube longa entrevista sobre a carreira. O ginasta bicampeão mundial e medalhista olímpico começou sua trajetória vitoriosa no ginásio da Gávea e revelou nutrir um sentimento de gratidão, mas ainda condena forma como foi mandado embora do clube.

“O Flamengo é o meu formador. Foi ali que me construí, me deu a oportunidade, desde criança, de ter uma aparelhagem que era a melhor na época. Foi quem acreditou na minha história. Fui mandado embora por uma pessoa específica. Então, sou laureado no Flamengo*, eu voto, eu auxilio. Eu vou às vezes no clube quando eu tenho um tempinho”, disse em entrevista ao quadro ‘Abre Aspas’, do ge.


Diego começou a treinar no Flamengo em 1994, assim como sua irmã Daniele Hypólito, e passou por períodos de altos e baixos no clube. Foi na Gávea onde ele se tornou um destaque nacional, chegou até a Seleção Brasileira e conquistou pódios internacionais. Contudo, foi mandado embora entre o fim de 2012 e início de 2013.


Uma das primeiras ações da gestão Bandeira de Mello foi fechar diversas modalidades dos esportes olímpicos como parte do plano de recuperação financeira. O contrato de muitos atletas, entre eles Diego, foi encerrado. À época, Diego deu muitas entrevistas criticando a decisão, mas mostra que não deixou afetar sua relação com o clube.

Mas a saída teve muitas consequências graves na vida de Diego. Em momento que lidava com o fato de começar a ser assumir sexualidade consigo mesmo, o atleta foi mandado embora e passou a lidar com um dos cenários mais conturbados de sua vida. Ele revelou recentemente que ficou internado em clínica psiquiátrica em 2014 para tratar depressão, enquanto conciliava com rotina de treinamentos para disputar as Olimpíadas.


“As Olimpíadas do Rio foram muito difíceis para mim, porque eu tive muitos problemas psicológicos. Fui muito negado. Eu dormia numa clínica, mas eu treinava no outro dia, então eu não ficava internado em tempo integral, mas tomando muitos medicamentos para que controlasse esses meus medos”, disse, antes de completar:

“Tive todo tipo de claustrofobia depois que eu saí do Flamengo. Eu fui mandado embora do Flamengo. Foi o clube que eu treinei por 20 anos. O ginásio pegou fogo com aparelhagens que tinham sido conseguidas pelo meu patrocinador. Eu me senti jogado fora, isso mexeu totalmente comigo. E foi a época que eu comecei a assumir a questão de sexualidade comigo mesmo, comecei a me dar a oportunidade de conhecer alguém pra namorar. Aí decido que quero ter um clube. Parei de ter o treinador que tive durante 20 anos (Renato Araújo). Fechei com o São Bernardo do Campo. Meu treinador (Fernando de Carvalho Lopes) é acusado de pedofilia. Foi uma avalanche de coisas, como se tivesse passado um tsunami. E o Diego no meio daquilo, sem saber o que fazer, fiquei muito perdido, desnorteado.”

* Laureado é o associado que tenha sido campeão individual durante cinco anos consecutivos, competindo pelo Flamengo; ou aquele que tenha sido campeão durante três anos consecutivos ou cinco alternados, desde que o Flamengo também tenha sido campeão na modalidade esportiva disputada nos mesmos anos pelo atleta.

Ginastas do Flamengo nas Olimpíadas de Paris

A geração de Diego Hypólito começou a colocar cada vez mais ginastas para representar o Brasil nas olimpíadas, principalmente homens. Em 2024, o Flamengo mandou a Paris cinco atletas que se apresentarão na ginástica artística.

Além da campeã olímpica Rebeca Andrade, o clube tem Jade Barbosa, Flávia Saraiva, Lorrane Oliveira e Diogo Soares na equipe brasileira. Os Jogos Olímpicos de Paris começam no dia 26 de julho.


Clube

SIMONE BILES, MAIOR GINASTA DO MUNDO, REVELA PREOCUPAÇÃO COM ATLETA DO FLAMENGO: "REBECA ANDRADE ME DÁ MEDO"

No último Mundial de Ginástica Artística, a brasileira conquistou cinco medalhas e se tornou a 11ª ginasta da história a medalhar em todos os aparelhos

Simone Biles e Rebeca Andrade / Divulgação
Simone Biles e Rebeca Andrade / Divulgação

  |

Icon Comentário0

A contagem regressiva para os Jogos Olímpicos de Paris 2024 já começou. Em clima de Olimpíadas, atletas de todo o mundo se preparam para desembarcar na Cidade Luz nos próximos dias, já que a Cerimônia de Abertura está marcada para 26 de julho, no Rio Sena. Um dos nomes mais aguardados desta edição é o de Simone Biles. Três anos após deixar a competição em Tóquio por questões de saúde mental, ela está de volta aos holofotes.

Em entrevista para a TV norte-americana, Simone, a ginasta mais condecorada na história dos Campeonatos Mundiais de Ginástica, revelou que a brasileira Rebeca Andrade é sua maior preocupação para as Olimpíadas de Paris. “Rebeca Andrade é a que mais me dá medo”, declarou Biles ao classificar quais atletas ela ficará de olho na competição.



Vale lembrar que, no último Mundial de Ginástica Artística, Andrade conquistou cinco medalhas: três de prata (equipes, individual geral e individual no solo), uma de ouro (individual no salto) e uma de bronze (individual na trave). Ela também se tornou a 11ª ginasta da história a medalhar em todos os aparelhos.

Ao todo, o Brasil já garantiu 259 vagas para a competição. Serão 237 atletas na delegação brasileira que vai para Paris até o momento, com 137 mulheres e 93 homens confirmados. No hipismo, 7 vagas mistas ainda serão definidas.

Os números, que já demonstram a força do Time Brasil para os Jogos de Paris, ainda podem crescer. A janela de classificação para as Olimpíadas só se encerra na primeira semana de julho e a tendência é que medalhistas de modalidades renomadas do Brasil, como o handebol e o vôlei, ainda se juntem à delegação.




Clube

TUDO DEFINIDO! DIRETORIA DO FLAMENGO ESTABELECE PRAZO PARA A COMPRA DE TERRENO DO GASÔMETRO

O Mais Querido aguarda apenas a divulgação do edital do leilão que será feito pela Prefeitura do Rio

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

  |

Icon Comentário0

Nesta última segunda-feira (24), a Prefeitura do Rio publicou no Diário Oficial a desapropriação do terreno do Gasômetro para a construção do estádio do Flamengo. Desse modo, a diretoria do Mais Querido definiu um prazo para a compra do local.

De acordo com informações do portal Coluna do Fla, a diretoria rubro-negra espera comprar o terreno do Gasômetro até novembro, mês que antecede as eleições presidenciais do clube. Para que isso aconteça, o Mais Querido aguarda a publicação do edital para o leilão, no qual o Flamengo não teme ter concorrência.

LEILÃO DE APENAS UM INVESTIDOR?

O Mais Querido não teme concorrência, pois a desapropriação do leilão foi para fim específico de construção de estádio. Ou seja, o comprador do terreno é obrigado a construir uma praça esportiva no local. Por esse motivo, o Rubro-Negro não se preocupa com possíveis concorrente e vê o caminho livre para conseguir o terreno.

VALOR INVESTIDO NO TERRENO

Segundo informações do GE, o Mais Querido pretende usar o valor da venda dos apartamentos no Morro da Viúva para pagar 85% do valor do terreno no Gasômetro. O preço gira em torno de R$ 150 milhões. Com a venda dos 38 apartamentos, o clube espera arrecadar cerca de R$114 milhões.

FESTA APÓS A COMPRA DO TERRENO

Assim, após a conclusão da compra do terreno no Gasômetro, a diretoria do Mais Querido pretende fazer uma grande festa para comemorar o primeiro passo dado na construção do estádio.




envelopeSUBSCREVER NEWSLETTER

envelopeSUBSCREVER NEWSLETTER


+ notícias
Clube

NOVO DIRIGENTE! FLAMENGO ANUNCIA QUE RESPONSÁVEL PELO PROJETO DO ESTÁDIO SERÁ VP DE PATRIMÔNIO

 

Icon Comentário0
Clube

OLHA ELE! EM ESTREIA DE OLIVINHA COMO APRESENTADOR, NALDO CONFIRMA NEYMAR NO FLAMENGO

 

Icon Comentário0
Clube

PREFEITO DO RIO PREVÊ CRESCIMENTO DO FGTS COM NOVO ESTÁDIO DO FLAMENGO NO GASÔMETRO

 

Icon Comentário0