Logotipo Gazeta do Urubu
pt-br
Futebol

O MAGO DE LA CRUZ EM UMA ATUAÇÃO MAGISTRAL DO URUGUAIO NO FLAMENGO

Sua trajetória no Flamengo promete ser repleta de grandes momentos e conquistas

Foto: Flamengo
Foto: Flamengo

  |

Icon Comentário0

O meia uruguaio Nicolás De La Cruz brilhou intensamente no último jogo do Flamengo, deixando sua marca com uma performance notável em campo. Com seis passes decisivos, ele foi o líder nesse quesito no confronto, além de ter acertado impressionantes 51 de 55 passes tentados, consolidando-se como o jogador com maior precisão de passes dentro da equipe.

Além disso, suas três bolas longas certeiras foram fundamentais para a estratégia do time. Demonstrando sua versatilidade, De La Cruz ainda tentou três finalizações e teve sucesso em três dos quatro dribles que tentou, mostrando sua habilidade técnica e capacidade de desequilibrar a defesa adversária.


Em termos defensivos, também se destacou, recuperando a posse da bola em cinco ocasiões, o que contribuiu para a solidez da equipe em todas as fases do jogo. Tamanho desempenho refletiu-se em sua nota no Sofascore, onde recebeu uma avaliação impressionante de 8.1.


Nesse contexto, é inevitável questionar: a Nação Rubro-Negra está satisfeita com o desempenho inicial de De La Cruz no Flamengo? A resposta parece ser unânime: sim. Desde sua chegada ao clube, o uruguaio tem conquistado a confiança e o carinho dos torcedores com suas atuações consistentes e decisivas. Sua capacidade de liderança em campo, aliada ao seu talento técnico, o tornam peça fundamental no esquema tático da equipe.

Desde que chegou ao clube, vindo do River Plate, De La Cruz vem se adaptando rapidamente ao futebol brasileiro e ao estilo de jogo do Flamengo. Sua capacidade de se encaixar perfeitamente no meio-campo rubro-negro e de criar oportunidades de gol para seus companheiros tem sido uma adição valiosa ao elenco.




Futebol

TORCEDORES SÃO BARRADOS NA ENTRADA VISITANTE NA FINAL DO SUB-17 EM SÃO JANUÁRIO

A situação gerou um mal-estar não só entre os torcedores

Lucas Bayer
Lucas Bayer

  |

Icon Comentário0

Segundo o jornalista Lucas Bayer, os torcedores do Flamengo enfrentaram problemas para entrar no estádio de São Januário no jogo contra o Vasco, gerando uma onda de insatisfação e reclamações. A partida, que tinha uma capacidade máxima permitida de 1000 pessoas, foi alvo de controvérsias devido à distribuição desigual de ingressos entre as torcidas.

Os seguranças no local afirmaram que a capacidade máxima de 1000 espectadores já havia sido atingida, com 900 ingressos destinados à torcida do Vasco e apenas 100 para os rubro-negros. Essa distribuição gerou revolta entre os torcedores do Flamengo, que se aglomeraram do lado de fora do estádio e se sentiram prejudicados pela decisão.


CLÁSSICO SUB-17 TEM PROBLEMAS DO LADO DE FORA 


Os torcedores do Flamengo que conseguiram entrar no estádio questionaram a veracidade das informações fornecidas pela segurança. Segundo eles, o número de pessoas presentes no setor destinado à torcida do Flamengo estava bem abaixo dos 100 prometidos. Essa discrepância levantou suspeitas sobre a real capacidade ocupada no estádio e a administração dos ingressos.

Vários torcedores usaram as redes sociais para expressar sua indignação. "Chegamos cedo, com ingresso na mão, e fomos barrados na porta. Dizem que já atingiu a capacidade, mas aqui dentro não tem nem metade disso", relatou um torcedor rubro-negro no Twitter. Outro destacou: "A torcida do Vasco está em maior número, e nós, que também pagamos e viemos apoiar nosso time, somos deixados de fora."



Futebol

FOCO TOTAL! ELENCO DO FLAMENGO EMENDA 11 DIAS SEM DESCANDO PARA FOCAR EM TREINOS

O Mais Querido encara o Bahia nesta próxima quinta-feira (20)

Foto: Reprodução/ Flamengo
Foto: Reprodução/ Flamengo

  |

Icon Comentário0

Após ficar no empate em 1 a 1 com o Athletico-PR, o elenco do Flamengo retornou ao Rio de Janeiro e já iniciou a preparação para a partida contra o Bahia, na próxima quinta-feira (20), pela décima rodada do Brasileirão. Com o foco no confronto, o Mais Querido emendará 11 dias de treino, sem descanso. Isso porque, o último dia de folga foi em 06 de junho.

De acordo com informações da reportagem do Coluna do Fla, o elenco do Mais Querido se reapresentou na manhã desta segunda-feira (17). No Ninho do Urubu, o plantel iniciou a preparação com foco no Bahia. Assim, desde o dia 6 de junho que o time não tem descanso.

Após três dias de folga, o Flamengo emendou direto o período de treinos com foco no Grêmio, no Athletico-PR e, agora, contra o Bahia. Inclusive, após o confronto contra a equipe baiana, o elenco irá continuar sem descansar, pois encara o Fluminense, no domingo (23).

SITUAÇÃO DO FLAMENGO NO BRASILEIRÃO

Com o empate em 1 a 1, o Mais Querido caiu de posição e agora se encontra na segunda colocação da tabela de classificação, com 18 pontos. O Botafogo venceu o Grêmio por 2 a 1 e assumiu a ponta, com 19 pontos.

FOCO NO PRÓXIMO CONFRONTO

Agora, o elenco do Mais Querido foca no próximo confronto. O Rubro-Negro volta a campo na próxima quinta-feira (20), em partida contra o Bahia, pela décima rodada do Brasileirão, no Maracanã.



Futebol

UM NOVO LÍDER NO FLAMENGO! ROSSI INCORFOMADO SE TORNA LÍDER NA RETA FINAL CONTRA O ATHLÉTICO-PR

Os companheiros de equipe destacaram a importância de ter um líder como Rossi em campo

Internet
Internet

  |

Icon Comentário0

 Flamengo encontrou no goleiro Rossi uma figura crucial para garantir a vitória. Não foi um jogo de lances milagrosos ou defesas espetaculares, mas a presença e atitude de Rossi foram decisivas para motivar o time rubro-negro nos momentos mais críticos da partida.

Desde o início do jogo, Rossi demonstrou uma postura que transcende as funções habituais de um goleiro. Ele se destacou não apenas pela competência debaixo das traves, mas principalmente por seu papel como líder e motivador. Sempre gesticulando e incentivando seus companheiros, Rossi se recusou a aceitar a derrota, contagiando o restante da equipe com seu espírito combativo.

FLAMENGO TEM "PULMÃO" DEBAIXO DAS TRAVES


Essa atitude inspiradora foi evidente principalmente na reta final do jogo, quando a pressão aumentou e o cansaço começou a pesar nas pernas dos jogadores. Enquanto o Athletico-PR buscava um gol que poderia mudar o rumo da partida, Rossi manteve a concentração e o foco, não permitindo que o Flamengo se acomodasse ou perdesse a confiança.


O papel de Rossi foi fundamental para o Flamengo manter o equilíbrio emocional e a intensidade durante os 90 minutos. Seu comportamento energético e positivo refletiu diretamente na postura do time, que se manteve agressivo e determinado até o apito final. Cada defesa, por mais simples que fosse, era seguida de uma palavra de incentivo ou um gesto de apoio aos colegas de equipe.




envelopeSUBSCREVER NEWSLETTER

envelopeSUBSCREVER NEWSLETTER


+ notícias
Futebol

MAIS DINHEIRO? FLAMENGO VOTA RENOVAÇÃO DE PATROCÍNIO NESTA SEGUNDA-FEIRA

 

Icon Comentário0
Futebol

BRAZ ABRE O JOGO DE COMO SERÁ A JANELA DE TRANSFERÊNCIA DO FLAMENGO: "NÃO SERÁ TÃO PESADA"

 

Icon Comentário0
Futebol

FLAMENGO JÁ TEM ARBITRAGEM DEFINIDA PARA A PARTIDA DESTA QUINTA CONTRA O BAHIA

 

Icon Comentário0