Logotipo Gazeta do Urubu
pt-br
Futebol

RACHA ENTRE CACAU COTTA E BRAZ NO FLAMENGO FICA MAIS EVIDENTE APÓS CRÍTICAS A CBF

Vice de futebol do Flamengo questionou CBF por ausência jogo às 11h na 5ª rodada do Brasileiro, e diretor de relações externas rebateu reclamações

Reprodução
Reprodução

  |

Icon Comentário0

A insatisfação de dirigentes do Flamengo com a CBF não se limita à arbitragem do jogo contra o Red Bull Bragantino. Neste domingo (5), o vice-presidente de futebol Marcos Braz fez nova reclamação e questionou a ausência de jogos às 11h na quinta rodada, já que o Fla precisou jogar clássico com o Botafogo em manhã ensolarada do Rio de Janeiro três dias depois de jogo na altitude na última semana.

“Hoje não teve jogo às 11:00???? Qual é o critério para os times escolhidos neste horário???? É quem grita que não joga???? Muitas coisas precisam de explicação!!!!!!!”, publicou Marcos Braz em sua conta no X (antigo Twitter).


O horário da partida já tinha sido motivo de reclamação de torcedores, jogadores e comissão técnica do Flamengo. Isso porque parte do elenco rubro-negro enfrentou o Bolívar em La Paz, a 3.640 metros de altitude, três dias antes do clássico e já seria um alto desgaste. Mas, além disso, o dia 28 de abril foi a data com maior temperatura registrada no Rio de Janeiro no mês de abril: 39,1°C.


Questionado por um torcedor rubro-negro nos comentários da publicação, Cacau Cotta, Diretor de Relações Externa do Flamengo, acredita que não há solução para o problema. Ele afirma que o assunto deveria ter sido tratado no momento que a CBF apresentou calendário do Brasileirão durante Conselho Técnico. Quem representou o clube foi o presidente Rodolfo Landim.

“Esse assunto deveria ter sido discutido no arbitral, momento em que se apresenta a tabela do campeonato. Agora é muito difícil qualquer mudança pela dificuldade do calendário”, escreveu o dirigentes, antes de complementar:


“Vou além se faz necessário um trabalho diário em todas as instituições CBF , FERJ e Conmebol…”

O dirigente, no entanto, foi questionado motivo de outros jogos do Campeonato Brasileiro sofrerem alterações de horário. Nesta rodada, por exemplo, a CBF mudou Corinthians e Fortaleza de 16h para às 21h deste sábado (4). Afirmações que fizeram o dirigente afirmar que “não colocou como impossível”, mas novamente sem afirmar o porquê o clube não consegue.

Os comentário expõem racha na diretoria rubro-negra entre Braz e Cacau Cotta. O diretor de relações externa anunciou que também disputará eleição para vereador neste ano, cargo que Braz tentará reeleição, e irritou o VP de futebol. Cacau está sendo proibido de viajar com a delação quando Braz está presente.



Futebol

JOGADOR DO AMAZONAS ADMITE ERROAS APÓS DERROTA PARA O FLAMENGO PELA COPA DO BRASIL

Matheus Serafim confessou que o Flamengo só abriu o placar em Manaus por uma falha da equipe do técnico Adilson Batista

Amazonas FC / Divulgação
Amazonas FC / Divulgação

  |

Icon Comentário0

O atacante Matheus Serafim, que fez grande partida na derrota do Amazonas para o Flamengo por 1 a 0, conversou com o Premiere após a partida e se mostrou consciente sobre o favoritismo do Mengão para a classificação. Entretanto, o jogador confessou que o Fla só abriu o placar em Manaus por uma falha da equipe do técnico Adilson Batista.

“Sabíamos que seria um jogo difícil. O Flamengo era o time favorito a vencer hoje. Tentamos propor o nosso jogo, tivemos algumas oportunidades ali, mas infelizmente o resultado não veio. Numa falha nossa, o Flamengo acabou fazendo o gol. Mas conseguimos mostrar a força da nossa equipe”, disse Serafim.


Com a queda na Copa do Brasil, o Amazonas direciona suas forças para a Série B do Campeonato Brasileiro. No momento, o time que conta com Serafim, Sassá e companhia amarga apenas a décima quinta colocação na tabela de classificação. Ou seja, está próximo da zona de rebaixamento. Sinal de alerta ligado na Onça.


Mais aliviado, o Flamengo de Tite pensa em carimbar sua vaga também para as oitavas de finais da Copa Conmebol Libertadores. Para isto acontecer, o Rubro-Negro precisa vencer o Millonarios, dia 28, no Maracanã, pela última rodada da fase de grupos do torneio continental.

Em entrevista coletiva depois da classificação do Flamengo contra o Amazonas, o treinador rubro-negro avaliou as dificuldades encontradas pelo Mengão: “Foram dois tempos distintos. O primeiro teve organização ofensiva mas nós dávamos o contra-ataque ao adversário. No segundo tempo a gente ajustou mais, trazendo o Varela para dentro e dando uma liberdade para o Gerson, ai criou mais”.




Futebol

FLAMENGO CONFIRMA QUE ENVIARÁ RECLAMAÇÃO OFICIAL A CBF SOBRE ARBITRAGEM DE JOGO CONTRA O AMAZONAS

Na partida válida pela Copa do Brasil, um momento foi bem polêmico já que o árbitro Ramon Abatti não marcou um pênalti, incorretamente

VAR
VAR

  |

Icon Comentário0

Vitória sobre o Amazonas FC e classificação na Copa do Brasil não amenizaram a irritação do Flamengo com a arbitragem no jogo desta quarta-feira (22). O clube emitiu comunicado oficial logo após os minutos finais e informou que vai enviar ofício à CBF por pênalti não marcado em Pedro na primeira etapa.

Cobrança de escanteio, aos 20 minutos, deixou bola viva na área do adversário. Léo Ortiz conseguiu superar os defensores e deu toque para Pedro cara a cara. O Camisa 9 tentou limpar a jogada, mas goleiro Marcão atingiu o atacante rubro-negro no joelho e impediu sequência. Mesmo que também trave a bola, pés do arqueiro estavam altos e atingem de forma praticamente simultânea. Ou seja, atingiria independente de pegar bola ou não. Mas árbitro Ramon Abatti Abel e VAR não classificaram como pênalti.

“O Clube de Regatas do Flamengo informa que formalizará junto à CBF uma reclamação pelo pênalti claro sofrido pelo atacante Pedro, não marcado pela arbitragem, aos 21 minutos do primeiro tempo”, disse o comunicado do Flamengo.


O lance automaticamente gerou revolta em torcedores rubro-negros nas redes sociais, que protestaram contra a arbitragem de Ramon Abatti Abel. Ofício do clube atende a pedidos dos rubro-negros que cobraram inclusive postura mais incisiva de atletas dentro de campo após erros contra o Fla.


Os ofícios enviados para CBF costumam gerar no máximo o afastamento do árbitro por algum período. Mas dirigentes rubro-negros celebraram que último documento enviado à entidade ao menos rendeu reconhecimento de erro contra o time por pênalti não marcado contra o Bragantino.

Não é a primeira vez que o Flamengo deixa um jogo revoltado com a arbitragem de Ramon Abatti Abel pela não marcação de pênalti. Na edição do Brasileiro da última temporada, o árbitro deixou de apitar carga claríssima nas costas de Everton Ribeiro em jogo contra o Palmeiras no Allianz Parque.


No mesmo jogo o árbitro protagonizou lance que poderia fazer o Campeonato Brasileiro ir parar nos tribunais. Apesar de apitar impedimento de Rony antes da conclusão do atacante para o gol, o que automaticamente impossibilita ação do VAR, ele esperou análise do árbitro de vídeo após a bola balançar as redes. Posição realmente irregular do atleta impediu árbitro de maior erro da carreira.


Futebol

METEU O MALHO! DIRIGENTE DO FLAMENGO EXPÕEM BASTIDORES SOBRE POLÍTICA DO CLUBE

. Essa presença política ativa permite que o clube e seus torcedores tenham uma voz mais forte nas decisões que os afetam

Foto: Internet
Foto: Internet

  |

Icon Comentário0

Cacau Cotta, diretor de Relações Externas do Flamengo e pré-candidato a vereador no Rio de Janeiro, levantou um ponto crucial sobre a relevância da política na administração dos clubes de futebol, em especial no Flamengo. Para ele, a política não só é onipresente, como também essencial para o funcionamento e crescimento dessas instituições.

Cotta argumenta que a política está inserida em todas as esferas da sociedade, inclusive no esporte. Ele explica que a interação do Flamengo com diferentes grupos políticos é fundamental para a realização dos interesses do clube. Para reforçar essa ideia, o Flamengo possui um cargo específico em sua estrutura organizacional: o diretor-executivo de Relações Governamentais. Esse papel é crucial para mediar a relação entre o clube e as várias instâncias do poder público.


CACAU COTTA  ABRE O JOGO E EXPÕEM BASTIDORES 

O diretor destaca vários exemplos que ilustram como a política pode beneficiar os clubes de futebol. Ele menciona o caso do Atlético Mineiro, que reelegeu Alexandre Kalil, ex-presidente do clube, como prefeito de Belo Horizonte em 2020. Esse fato demonstra a influência e o prestígio que uma figura do mundo esportivo pode ter na política.

Outro exemplo citado é o Corinthians, que conseguiu a Neo Química Arena e seu centro de treinamento graças à atuação de Andres Sanches, ex-deputado federal e ex-presidente do clube. A habilidade de Sanches em transitar entre o futebol e a política resultou em benefícios significativos para o clube paulista.



envelopeSUBSCREVER NEWSLETTER

envelopeSUBSCREVER NEWSLETTER


+ notícias
Futebol

VITÓRIA SIMPLES EM CIMA DO AMAZONAS GARANTE VALOR MILIONÁRIO PARA O FLAMENGO

 

Icon Comentário0
Futebol

COMENTARISTA DETONA DESEMPENHO DE ÍDOLO DO FLAMENGO CONTRA O AMAZONAS

 

Icon Comentário0
Futebol

TÉCNICO DO AMAZONAS ANALISA VITÓRIA DO FLAMENGO NA COPA DO BRASIL: "INFELICIDADE DO GOL"

 

Icon Comentário0