Logotipo Gazeta do Urubu
pt-br
Futebol

E TOMA REUNIÃO! LANDIM CONFIRMA NOVO ENCONTRO COM A CAIXA PARA TRATAR DO ESTÁDIO DO FLAMENGO

Presidente rubro-negro tenta viabilizar terreno do Gasômetro

Reprodução
Reprodução

  |

Icon Comentário0

O Maracanã recebeu o jogo do Futebol Solidário, idealizado para arrecadar fundos em prol das vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul. Após a partida, que contou com Adriano Imperador, Filipe Luís, Diego Ribas, Pet e etc, o presidente Rodolfo Landim foi abordado por jornalistas e respondeu perguntas relativas ao estádio do Flamengo.

Presidente do clube, Landim se fez presente por se tratar de um evento em colaboração com o Flamengo, gestor do estádio. Ao canal Paparazzo Rubro-Negro, o mandatário garantiu que o Mengão vai se reunir com a Caixa Econômica Federal na segunda-feira (27). O encontro vai acontecer para seguir discutindo a compra do terreno do Gasômetro, onde o Mengo planeja construir seu estádio próprio.


“Está andando. A gente tem uma reunião amanhã para acertar mais um processo de como isso vai evoluir. Quem são as pessoas responsáveis, estabelecer datas. Projeto está evoluindo bem, estamos otimistas que vamos chegar ao final com o sucesso desse processo”, revela o presidente do Flamengo.


De acordo com O Globo, o Flamengo já assinou um acordo de confidencialidade com a Caixa. Além disso, as partes estariam se aproximando bastante de um valor justo para a compra do terreno.

Rodolfo Landim comenta ida de Bruno Spíndel à Europa

A ida de Spíndel ao Velho Continente movimentou os noticiários, já que o que se entende é que o dirigente foi fazer alguns contatos e mapear o mercado para o meio do ano. Mas Landim desconversou e disse que Bruno foi apenas concluir uma etapa de um curso.

“Bruno foi fazer um curso no final de semana, na Fifa. Ele já vem fazendo há algum tempo, uma etapa nesse período agora é na Suíça. Nada mais do que isso. A janela está demorando um pouco, vai ser daqui a pouco para nós”, responde, ignorando pergunta sobre possível retorno de Michael.

Outro ponto abordado por Rodolfo Landim foi o do próprio evento em si. O presidente do Mengão comentou como tudo foi organizado e destacou a boa causa.

“A gente está contribuindo através da gestão do Maracanã. Quando recebemos a ideia, que surgiu do Luciano Huck, ficamos felizes. O futebol em atividade pode ajudar muito qualquer problema. É uma ação social que o futebol promove. Gente com camisa de todos os clubes, muito bacana essa festa”, comenta.


Futebol

CONSELHO APROVA E FLAMENGO TEM NOVO CONTRATO DE MILHÕES COM ASSIST CARD - VEJA OS VALORES

A renovação e o reajuste dos contratos de patrocínio demonstram a força e o apelo do Flamengo no mercado

Internet/Flamengo
Internet/Flamengo

  |

Icon Comentário0

O Flamengo, um dos clubes mais tradicionais e populares do Brasil, acaba de dar mais um passo importante na sua estratégia de marketing e patrocínios. Nesta segunda-feira (17), o Conselho Deliberativo do clube aprovou, com 140 votos a favor e apenas três contra, a renovação do contrato de patrocínio com a Assist Card. O novo acordo é válido até dezembro de 2026 e vai trazer um aumento significativo nas receitas do clube.

A partir de 2025, o Flamengo passará a receber R$ 10,8 milhões anuais da Assist Card, valor que antes era de R$ 8,5 milhões. Este montante será pago mensalmente, com a empresa desembolsando R$ 900 mil por mês. Além disso, o contrato prevê a possibilidade de reajuste em 2026 com base no Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), o que pode aumentar ainda mais o valor recebido pelo clube.


CONTRATO DE MILHÕES PARA O FLAMENGO


Segundo o Coluna do Fla , com este novo acordo, a expectativa é que o Flamengo receba pelo menos R$ 21,5 milhões da Assist Card em dois anos. Apesar do aumento no valor do patrocínio, a marca seguirá ocupando o mesmo espaço na camisa do Flamengo, na barra inferior traseira, logo abaixo do número.

Esse não é o único ajuste significativo nos contratos de patrocínio do Flamengo recentemente. No final de maio, a Pixbet, patrocinadora master do clube, também aumentou substancialmente seu repasse. O valor, que era de R$ 85 milhões, subirá para R$ 105 milhões em 2024 e para R$ 115 milhões em 2025. Caso a renovação automática do contrato seja confirmada, o Flamengo receberá R$ 125 milhões tanto em 2026 quanto em 2027.




Futebol

FILIPE LUÍS DESTACA EXELÊNCIA PELOS RESULTADOS E AGRADECE APOIO DO FLAMENGO APÓS O TÍTULO

A excelência por resultados torna o clube competitivo

Matheus Guaxxi
Matheus Guaxxi

  |

Icon Comentário0

A declaração de Filipe Luís, um dos jogadores mais experientes e vitoriosos do elenco rubro-negro, durante a comemoração do título da Copa Rio sub-17 contra o Vasco, resume perfeitamente a mentalidade que permeia o clube: "A gente luta para ser campeão e o Flamengo te dá essa possibilidade todos os anos. Por isso aqui é tão especial, porque você é cobrado pra estar entre os melhores."

O Flamengo é um dos clubes mais tradicionais e vitoriosos do futebol brasileiro. Com uma história rica em conquistas, tanto nacionais quanto internacionais, a equipe carioca se consolidou como uma das maiores potências do futebol sul-americano. Essa trajetória de sucesso não é fruto do acaso, mas sim do trabalho árduo, da estrutura sólida e da mentalidade vencedora que se instalou no clube ao longo dos anos.


FIÇIPE EXALTA ELENCO DA BASE 


Filipe Luís destaca a importância dessa tradição e a pressão constante por resultados: "A gente luta para ser campeão e o Flamengo te dá essa possibilidade todos os anos." Esse ambiente competitivo é um dos principais motivos pelos quais o Flamengo atrai grandes talentos e se mantém no topo, ano após ano.

Um dos pilares dessa mentalidade vencedora é o trabalho de base do clube. O título da Copa Rio sub-17 contra o Vasco é um exemplo claro do investimento do Flamengo na formação de jovens atletas. Garotos que crescem com a camisa rubro-negra aprendem desde cedo a importância de lutar por títulos e a responsabilidade de representar uma das maiores torcidas do Brasil.



Futebol

CASA NOVA ESTÁ VINDO? ENTENDA ALGUNS PERCALÇOS DO FLAMENGO SOBRE O SEU ESTÁDIO

Especialistas divergem sobre a possibilidade de transferência do direito de construir, já que Flamengo não é dono da sua sede, na Gávea

Estádio novo do Flamengo / Divulgação
Estádio novo do Flamengo / Divulgação

  |

Icon Comentário0

Entre as possibilidades colocadas à mesa para ajudar o Flamengo a comprar o terreno onde pretende construir o seu estádio, a Prefeitura do Rio de Janeiro cogita transferir o potencial construtivo da sede do clube, na Gávea, na Zona Sul, para outras áreas da cidade. A estratégia é semelhante à utilizada para ajudar o Vasco a reformar São Januário.

Porém, no caso do Flamengo, a proposta divide especialistas ouvidos pela coluna. Há uma diferença significativa entre os projetos para o cruz-maltino e o rubro-negro. O Vasco é proprietário do terreno onde está a sua sede e o Flamengo, não. O terreno da Gávea pertence ao governo do estado, e o clube o usa desde 1931 através de cessão e aforamento.


Em tese, o Flamengo passou a ter direito pelo terreno, mas desde que pague um foro anual ao estado por ele. Segundo o advogado Rafael Marinangelo, pós-doutor pela Faculdade de direito da USP e especialista em direito da construção, contratos de construção e processos licitatórios, a negociação não terá qualquer problema. Ele conta que a cessão e o aforamento dão ao Flamengo, mesmo não sendo dono, o direito de construir.


“A cessão e aforamento transferiram o domínio útil do terreno para o Flamengo. A propriedade não é dele, mas o Flamengo pode exercer os direitos. Entre eles, o de construir. O potencial construtivo é o direito de construir. Então ele pode vender a terceiros esse direito e obter renda suficiente que o ajude na aquisição do terreno do Gasômetro”, explicou.

Já Frederico Meyer, advogado especialista em direito público, defende que o fato de o terreno ser do governo do estado abre margem para questionamentos porque seria a transferência de uma propriedade pública para um particular.


“A utilização do direito de construir é outorgada ao proprietário. No caso específico da Gávea, é o ente público. Se o clube tem o aforamento, ele não é o dono, ele apenas o explora como se assim fosse. É algo questionável”, contou.

Ele disse ainda que o movimento pode acabar na Justiça. Por se tratar de um terreno público, qualquer cidadão pode mover uma ação popular ou até mesmo o Ministério Público.



envelopeSUBSCREVER NEWSLETTER

envelopeSUBSCREVER NEWSLETTER


+ notícias
Futebol

DANILO EXALTA VINI JR EX-FLAMENGO E COLOCA ATACANTE EM ALTA "FAZENDO HISTÓRIA" - VEJA ABAIXO

 

Icon Comentário0
Futebol

DANILO, JOGADOR DA JUVENTUS FALA SOBRE SEU FUTURO E CITA FLAMENGO " PRIORIDADE"

 

Icon Comentário0
Futebol

GABIGOL,WERTON E MATHEUS GONÇALVES APROVEITAM PRAIA APÓS TREINO NESTA SEGUNDA - CONFIRA

 

Icon Comentário0