Logotipo Gazeta do Urubu
pt-br
Clube

FLAMENGO PRETENDE USAR A GÁVEA PARA LEVANTAR DINHEIRO PARA ESTÁDIO PRÓPRIO

O modelo proposto pelo Mais Querido tem similaridade com o projeto feito pelo Vasco com São Januário

Reprodução
Reprodução

  |

Icon Comentário0

O Flamengo propôs a prefeitura um plano para utilização do potencial construtivo da sua sede na Gávea para construção do estádio próprio do clube. A ideia foi apresentada pelo presidente rubro-negro, Rodolfo Landim, para o prefeito do Rio, Eduardo Paes, em reunião na última quinta-feira. Foi um passo inicial.

A avaliação dentro do Flamengo é de que a Gávea pode gerar entre R$ 440 milhões e R$ 510 milhões em potencial construtivo. Esse valor seria negociado para gerar recursos para a construção no estádio no terreno do Gasômetro, no centro do Rio. É possível que a negociação seja co o próprio fundo imobiliário, administrado pela Caixa Econômica Federal, dono do terreno.

A diretoria do clube negocia com a Caixa a compra da área. Há divergências em relação ao valor que giram entre R$ 200 milhões e R$ 500 milhões, obviamente, o banco quer mais dinheiro, e o Flamengo pagar menos. A liberação do potencial construtivo poderia ajudar a destravar a conversa entre as partes.

O modelo proposto pelo Flamengo tem similaridade com o projeto feito pelo Vasco com São Januário. O clube cruzmaltino já teve apoio da prefeitura e agora depende da aprovação na Câmara de Vereadores. Pretende levantar R$ 500 milhões com a revenda do potencial e usar na reforma do seu estádio. Há uma ideia rubro-negra de ter uma isonomia em relação ao cruzmaltino.


No caso rubro-negro, Eduardo Paes se mostrou favorável a ideia apresentada por Landim e prometeu apoia-la. "É um terreno (antigo Gasômetro) de propriedade de Caixa. O Flamengo vai ter que comprar aquele terreno. Estive com o presidente (Rodolfo) Landim essa semana. Nós estamos modelando uma operação financeira que leve em consideração alguns ativos do Flamengo para que a gente possa sair com uma solução para o Flamengo e para a cidade", disse Paes, em entrevista à Rádio Tupi


Os ativos, no caso, são o potencial construtivo da Gávea. Atualmente, a sede já tem 35 mil metros quadrados de área construída. Há um projeto para fazer mais 45.000 m2 na Nova Gávea.

Com o potencial pretendido, o Flamengo calcula que sobram 170 mil m2. O preço na área, pela estimativa do clube, é de 2.600 a 3 mil por metro quadrado. Ou seja, o clube poderia levantar um valor entre R$ 440 milhões e R$ 510 milhões.


O apoio de Paes é só um primeiro passo do projeto. O Flamengo agora terá de formalizar uma proposta que vai gerar estudos dos técnicos da prefeitura do Rio. Se o projeto for considerado viável, aí teria a aprovação da prefeitura e iria para a Câmara de Vereadores para posterior votação.

O Vasco já está neste último estágio, e conversa com vereadores para aprovação de seu projeto. O clube cruzmaltino já prospectou potenciais compradores em outra área da cidade na Barra.


Clube

CONSELHO DELIBERATIVO VOTARÁ MAIOR PATROCÍNIO DA HISTÓRIA DO FLAMENGO NESTA SEMANA

O novo acordo com a Pixbet pode chegar a um total de R$ 470 milhões

Reprodução
Reprodução

  |

Icon Comentário0

O Conselho Deliberativo do Flamengo, votará na próxima quinta-feira (23), os novos valores com o seu patrocinador máster, a Pixbet, o clube está perto de atingir o seu maior contrato da história que chega perto dos R$ 500 milhões, pelos próximos quatro anos. Vale ressaltar que quando a parceira foi anunciado, o acordo era de dois anos e um total de R$ 170 milhões.

O Flamengo assinou com o novo patrocinador máster no início da temporada de 2024, o clube deu um salto em relação ao patrocínio anterior, que era do Banco BRB, porém, cinco meses depois, o Conselho Deliberativo do Mais Querido, já vai votar nesta semana, o novo acordo com a Pixbet, que renderá ao time, R$ 470 milhões totais, em um período de quatro anos.


O acordo inicial era de R$ 85 milhões por ano, mas já em 2024, esse valor terá um acréscimo e o clube receberá R$ 105 milhões. Em 2025, essas cifras sobem para R$ 115 milhões. E para os dois anos seguintes, caso a renovação automática seja validada, o valor é fixo R$ 125 milhões em 2026 e o mesmo valor em 2027.

Programa de Integridade e Compliance


Na mesma sessão do Conselho Deliberativo do Flamengo, o clube apresentará aos sócios o Programa de Integridade e Compliance.

O responsável pelo projeto e pela apresentação do programa, é o vice-presidente geral e jurídico do Flamengo, Rodrigo Dunshee.


Com o movimento, o Flamengo se adequa a uma nova regulamentação do Governo Federal, que baixou norma obrigando empresas interessadas a contratar qualquer poder público a terem um departamento de compliance (Lei nº 12.846).

Normas de conduta e ética foram redigidas com base no mapa de riscos identificados. O Flamengo terá um comitê de ética e canal de denúncias. O clube entende que a implementação do compliance trará os seguintes benefícios:

-Melhoria da Reputação.

-Prevenção de Riscos Legais.

-Prevenção de Riscos Financeiros.

-Aumento da Produtividade.

-Competitividade no Mercado.

-Melhoria do Ambiente de Trabalho.

-Otimização de Processos.

-Cumprimento de Normas Regulatórias.

-Fomento do comportamento ético no ambiente de trabalho.

Maior atratividade para atuais e novos parceiros investirem em patrocínio e exposição em nossas mídias e aprimoramento das regras de combate à corrupção.

Amazonas e Flamengo

O Flamengo segue em preparação para mais uma partida na temporada, na próxima quarta-feira (22), o time vai enfrentar o Amazonas, pelo jogo da volta da terceira fase da Copa do Brasil, na Arena da Amazônia. A equipe do técnico Tite vem de duas vitórias consecutivas, contra Corinthians, pelo Campeonato Brasileiro e diante do Bolívar, pela Libertadores.


Clube

FLAMENGO CONCLUI TERCEIRA LISTA DO PROJETO EM PARCERIA COM CBC

Comitê Brasileiro de Clubes investiu mais de 2 milhões em equipamentos e materiais para os esportes olímpicos rubro-negros

Reprodução
Reprodução

  |

Icon Comentário0

O Flamengo é uma potência no futebol Sulamericano. Nesse sentido, creio que isso não seja surpresa pra ninguém no âmbito esportivo. Entretanto, o clube carioca tem se notabilizado também em excelência nos esportes olímpicos.

Não é atoa, que o rubro-negro carioca tem atletas campeões olímpicos e top mundial como Rebeca Andrade na Ginástica, Isaquias Queiroz no remo e Rafaela Silva no Judô. Para tal, o clube vem montando uma estrutura de primeira linha voltada nos esportes olímpicos.

No dia de 30 de abril, o Clube de Regatas do Flamengo concluiu a terceira lista de recebimento de materiais do Comitê Brasileiro de Clube (CBC). A entrega focada em compras para atualização e modernização dos equipamentos e instrumentos para ajudar na preparação física das noves modalidades olímpicas – com mais de 800 atletas.


A princípio, na lista 01, no ano de 2022, foram investidos inéditos (no Brasil),  R$ 1.331.702,64, no segundo ano (2023) – lista 02 - gastos R$ 557.771,99 e agora em 2024, na lista 03, foram gastos R$295.629,46, ou seja, não deixando a desejar em nada algumas potências esportivas.


Ao total o Flamengo recebeu do CBC o valor total de R$ 2.028.000,00 que foram utilizado ao longo do ciclo de 2022/2023/2024.


Clube

FLAMENGO NÃO ESTÁ OTIMISTA APÓS APRESENTAR PROJETO DE ESTÁDIO A CAIXA ECONÔMICA FEDERAL! ENTENDA

A Caixa não tem a intenção de assumir o prejuízo por ter colocado o patrimônio em um fundo para valorizá-lo

Reprodução
Reprodução

  |

Icon Comentário0

O primeiro encontro do Flamengo com o presidente da Caixa, Carlos Vieira, não gerou o otimismo necessário para avanços significativos a respeito do terreno do Gasômetro, onde o clube quer construir o seu estádio próprio.

Apesar de o presidente Rodolfo Landim indicar de forma positiva para outras reuniões, que acontecerão, a diretoria do Flamengo ouviu da Caixa que não há a intenção de assumir o prejuízo por ter colocado o patrimônio em um fundo para valorizá-lo.

Explica-se: o banco público fez um investimento alto, se deu conta de que o terreno não vale o quanto foi pago, repassou o patrimônio para um fundo, e se vendê-lo, terá que assumir a desvalorização, e precificá-lo abaixo do que esperava.


Ciente, o Flamengo entende que esse cenário vai dificultar o avanço das negociações. O clube descarta pagar o preço “cheio” do terreno, aguarda uma resposta à oferta na casa dos R$ 200 milhões, e acredita que a burocracia do banco público vai se arrastar. Por isso, se debruça em outros terrenos privados no Rio de Janeiro para ter seu estádio.



envelopeSUBSCREVER NEWSLETTER

envelopeSUBSCREVER NEWSLETTER


+ notícias
Clube

INCRÍVEL! COM REAJUSTE NO CONTRATO COM A PIXBET, FLAMENGO ULTRAPASSA META DE R$ 250 MILHÕES COM UNIFORME

 

Icon Comentário0
Clube

MAIS DINHEIRO! FLAMENGO AVANÇA EM NEGOCIAÇÃO POR REAJUSTE EM CONTRATO COM PATROCINADORA MASTER

 

Icon Comentário0
Clube

FLAMENGO TEM 3 JOGADORES CONVOCADOS PARA A SELEÇÃO BRASILEIRA

 

Icon Comentário0