Logotipo Gazeta do Urubu
pt-br
Futebol

DINIZ SE IRRITA COM CRÍTICAS DA TORCIDA APÓS ELIMINAÇÃO DO FLUMINENSE PELO FLAMENGO: "FALSOS TRICOLORES"

O treinador do Flu perdeu a paciência durante a coletiva de imprensa após a semifinal do Campeonato Carioca, neste sábado (16)

Diniz /Divulgação
Diniz /Divulgação

  |

Icon Comentário0

Fernando Diniz concedeu entrevista coletiva após o empate em 0 a 0 do Fluminense diante do Flamengo neste sábado (16), no Maracanã, pelo Carioca, e se irritou com críticas de torcida e imprensa. O treinador elogiou a partida da equipe e confrontou opiniões divergentes. Em resposta que começou com o posicionamento de Marquinhos, o técnico tricolor desafou e comentou outras mudanças já feitas no time.

"Marquinhos entrou para ter mais agressividade. Tentamos tudo que podíamos para deixar o time agressivo e solidário. O Flu foi solidário, com fome e corajoso. Esses três grandes jogadores voltaram hoje e fizeram falta semana passada. Não foi aquilo simplista e quase idiota que Ganso e Renato Augusto não podem jogar juntos. Isso irrita", disse o treinador, a respeito dos seus atletas em campo.


"Aliás, hoje, para aqueles que gostam e ficam deformando opinião do torcedor, monte de problema no jogo passado, e vão no mais fácil. Hoje ninguém tem coragem de falar que colou ponta na lateral, volante na zaga, outro volante na zaga, outro atacante na lateral, mais um atacante no Renato Augusto",  afirmou Diniz.


"Esperam a carniça dar errado para falar. Ninguém tem personalidade pra falar que isso aqui está errado e sustentar. Mesmo jeito que falaram ano inteiro que não podiam jogar Felipe Melo e Marcelo ano passado. Ficam assim criando tipo de coisa. Tudo falso tricolor com blogzinho, achando que tá fazendo muito sucesso", continuou o treinador.

"Tem que ter mais respeito. Quem era a favor hoje do Marquinhos na lateral? Isso é um câncer do futebol, comentarista de resultado, engenheiro de obra pronta. Vida ruim, sem firmeza, coragem... Aí vem falar em nome da torcida. Ainda bem que tem a torcida, muita gente reconhece o que faz em campo e não passa pelo crivo, essa membrana de blog e imprensa", afirmou, ainda. 


"Muita gente que vê e assiste. Assim vocês tentam, ficam tentando arrumar crise. Muita gente faz isso, quer que afunde, ganhar like. Pega coisa mais consistente, mais ética e moral. Depois quer vir aqui e ficar fazendo aproximação, fazer pergunta bonitinha. Agora tem que falar. É a vida da gente. Semana inteira assistindo e trabalhando pra achar solução que vocês acham na maior facilidade, pegar Ganso e Renato Augusto. Se puderem levem mais a sério. Esse é o time que temos e tenho orgulho de hoje", finalizou sobre o assunto.


Enquanto o Fluminense entra de férias, o Flamengo vai tirar três dias de folga antes de partir para a prepação visando a final. Os dois últimos jogos do torneio serão nos dias 31 de março e 7 de abril. O rival do Mengão será decidido neste domingo (17), em partida entre o Vasco e o Nova Iguaçu a partir das 16h (horário de Brasília), no Maracanã.


Futebol

ABRE O OLHO, FLAMENGO! CLUBE INGLÊS MONITORA SITUAÇÃO DE JOIA DA BASE DO RUBRO-NEGRO

O jogador foi um dos destaques do Mais Querido na Libertadores

Foto: Reprodução/ Flamengo
Foto: Reprodução/ Flamengo

  |

Icon Comentário0

Parece que a atuação de Lorran na partida contra o Palestino nesta última quarta-feira (10) chamou a atenção de alguns clubes europeus. Um deles é o Arsenal, da Inglaterra, que está de olho na joia da base do Mais Querido para a próxima temporada.

Segundo informações do jornalista Wilson Pimentel, da RTI Esporte, o Arsenal acompanha Lorran de perto. Além disso, a joia do Rubro-Negro de apenas 17 anos já tem três ingleses como opção: Fulham, Wolverhampton e Brentford. O Manchester City também está atendo ao jogador.

CONTRATO DE LORRAN COM O FLAMENGO

Lorran é considerado uma das maiores joias do Flamengo. Desse modo, aos 17 anos, o jovem assinou contrato com o Mais Querido até dezembro de 2025 e tem multa rescisória de 50 milhões de euros (R$ 274,82 milhões).


No entanto, em julho do próximo ano, ele já poderá assinar um pré-contrato com qualquer outra equipe. Porém, ainda não há nenhum acordo para que o vínculo do jogador seja estendido. O Mais Querido deseja renovar com a joia, mas as conversas ainda não tiveram início.

FOCO NA ESTREIA DO BRASILEIRÃO E EXPECTATIVA PARA A TITULARIDADE

Desse modo, após vencer o Palestino, conquistar a primeira vitória na Libertadores e ter Léo Ortiz e Lorran à disposição, o elenco do Flamengo foca na estreia no Campeonato Brasileiro. O Mais Querido visita o Atlético GO no próximo domingo (14), no Estádio Serra Dourada.



Futebol

BOLÍVAR BATE MILLONARIOS E COMPLICA SITUAÇÃO DO FLAMENGO NO GRUPO E DA LIBERTADORES

A equipe boliviana aproveitou para fazer saldo de gols em casa, nos mais de 3.600 metros de altitude

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

  |

Icon Comentário0

Bolívar e Millonarios fecharam a segunda rodada da fase de grupos da Libertadores na noite desta quinta-feira (11). A equipe boliviana utilizou os mais de 3.600 metros de altitude a favor e obteve triunfo pelo placar de 3 a 2. Desse modo, com o resultado, o time boliviano chegou a seis pontos e jogou o Flamengo para a segunda posição no Grupo E.

RESUMO DA PARTIDA

O Bolívar começou a partida em um ritmo intenso. Com apenas 10 minutos, a equipe comandada por Flávio Robatto marcou duas vezes. Aos 3', Sagredo abriu o placar ao escorar uma bola no segundo pau. Antes que o time do Millonarios pudesse reagir, Chico da Costa marcou o segundo em chute de dentro da área.

No entanto, após a expulsão de Yomar Rocha, aos 25 minutos, o jogo deu a sensação de que iria ficar equilibrado, já que o Bolívar estava com um a menos. Porém, a equipe boliviana foi guerreira, seguiu controlando o confronto e marcou o terceiro. Aos 34', Bruno Sávio fez de cabeça sem marcação no meio da área. Os gols marcados do Millonarios foram de Castro, que descontou para a equipe colombiana.

SITUAÇÃO DO GRUPO E

A vitória do Bolívar complica a situação do Flamengo no Grupo E. Isso porque, agora o Mais Querido terá que arrancar um empate contra os bolivianos nos mais de 3.600 metros de altitude de La Paz, em 24 de abril. Dessa forma, o Rubro-Negro poderá disputar a primeira posição.

PRÓXIMA PARTIDA

Desse modo, após vencer o Palestino, assumir a liderança provisória do Grupo E e ter Léo Ortiz à disposição, o elenco do Flamengo foca na estreia no Campeonato Brasileiro. O Mais Querido visita o Atlético GO no próximo domingo (14), no Estádio Serra Dourada.



Futebol

SABIA DESSA? EM SUA PRIMEIRA FINAL, TITE QUEBROU "MALDIÇÃO" DOS TÉCNICOS GAÚCHOS NO FLAMENGO

Maior treinador da história rubro-negra, Claudio Coutinho, nasceu no Rio Grande do Sul, enquanto Carpegiani, seu conterrâneo, foi campeão do mundo, mas sofreu nas últimas duas passagens

Campeonato Carioca / Divulgação
Campeonato Carioca / Divulgação

  |

Icon Comentário0

Em alta pela ótima temporada até aqui, Tite quebrou neste domingo (07) a "maldição" e se tornou o primeiro treinador gaúcho a ser campeão pelo Flamengo em mais de 40 anos. Nascido em Erechim-RS, Paulo César Carpegiani foi o último, lá em 1982. Naquele ano, conduziu o Rubro-Negro à conquista do bicampeonato brasileiro curiosamente em Porto Alegre, com vitória por 1 a 0 sobre o Grêmio.

As aspas colocadas entre a palavra maldição são mais do que justas até porque o maior treinador da história do Flamengo, Claudio Coutinho, é gaúcho de Dom Pedrito. O próprio Carpegiani, antes do bi nacional, já havia comandado o Rubro-Negro nas conquistas do Carioca, da Libertadores e do Mundial, todas em 1981. A base dessa equipe antológica fora montada por Coutinho, entre 1978 e 1980.

Em outubro de 1989, quatro meses após conquistar o Carioca que tirou o Botafogo da fila de 21 anos sem títulos, o porto-alegrense Valdir Espinosa chegava à Gávea. Em 1990, o time começou mal o Carioca e perdeu para todos os arquirrivais. A última derrota, um 2 a 0 para o Botafogo em 28 de abril, custou o cargo. Apesar da crise de resultados, Espinosa era muito querido pelo grupo. O ídolo Júnior, que nos dois anos seguintes se tornaria o Maestro das conquistas do Carioca e do Brasileiro, revoltou-se com a demissão e chegou a cogitar a aposentadoria. Em 2006, Espinosa voltou ao clube, dirigiu o Flamengo em nove jogos, com três derrotas, quatro empates e apenas duas vitórias. A passagem não durou nem dois meses.


Ídolo do clube pelo grande futebol apresentado enquanto volante e também devido aos históricos títulos como treinador nos anos 80, Carpegiani voltou ao Flamengo pela primeira vez em 2000. Foi eliminado na primeira fase do Rio São-Paulo, fez campanha irregular no primeiro turno do Carioca e se despediu com uma goleada por 5 a 1 para o Vasco. Em 2018, após a saída do colombiano Reinaldo Rueda, Carpegiani, que era cotado para ser coordenador do clube, acabou assumindo o cargo de treinador. Depois de 17 jogos, acabou demitido juntamente com o executivo Rodrigo Caetano.


Em 2005, o Flamengo, afundado em profunda crise de resultados, trocou o estilo ofensivo de Cuca pela retranca e o "futebol-força" de Celso Roth, nascido em Porto Alegre. Como era de se esperar, não deu certo. O elenco era limitado, mas a falta de conexão entre o profissional a história do clube era gritante. O rendimento ofensivo foi pífio, com apenas 22 gols em 20 jogos, mas nem a defesa, prioridade máxima de Roth, foi bem. Foi vazado 29 vezes e levou de quatro em três oportunidades. 

Mano Menezes, natural de Passo do Sobrado-RS, virou desafeto da torcida do Flamengo ao abandonar o barco num momento em que o time não ia bem, mas também estava longe de seus piores dias. E o pedido de demissão veio um dia após ele afirmar que "as coisas vinham acontecendo da maneira que ele esperava". Onze dias antes de anunciar sua decisão, o Rubro-Negro conquistara uma épica vitória sobre o Cruzeiro, nas oitavas de final da Copa do Brasil, competição que o clube venceria em novembro do mesmo ano. Com Mano, foram 22 jogos, nove vitórias, seis empates e sete derrotas.

Por dim, o último gaúcho antes de Tite foi Renato, um dos maiores jogadores da história do Flamengo e ídolo ainda de grande parte da torcida. Natural de Guaporé, teve um início que parecia muito promissor. Goleou vários adversários de peso, passou pelo mata-mata da Libertadores com enorme facilidade e chegou à semifinal da Copa do Brasil, mas isso não durou muito. Foram resultados ruins em todas as competições, em partidas decisivas, então, mesmo com um bom aproveitamento (72%), sua passagem foi abafada. 



envelopeSUBSCREVER NEWSLETTER

envelopeSUBSCREVER NEWSLETTER


+ notícias
Futebol

E AGORA? JOGADORES DO FLAMENGO APRESENTAM FADIGA MUSCULAR EM REAPRESENTAÇÃO NESTA QUINTA

 

Icon Comentário0
Futebol

"A BENÇÃO DO GALINHO"! ZICO DÁ AVAL PARA FLAMENGO CONTRATAR NEYMAR

 

Icon Comentário0
Futebol

AÍ SIM! CARLINHOS APARECE NO BID DA CBF É JÁ PODE ESTREAR PELO FLAMENGO

 

Icon Comentário0